Tribuna Expresso

Perfil

Futebol internacional

Ele salvou a vida de um adversário... pela quarta vez

Francis Koné, ex-jogador do Olhanense, teve uma ação decisiva quando impediu que o guardião do 1.FC Slovácko AS sufocasse, após um choque violento num jogo do campeonato checo

Francisco Perez

O momento em que Koné interveio

DR

Partilhar

O jogo que colocou frente a frente o Bohemians 1905 e o 1. FC Slovácko AS, a contar para a 18ª jornada do campeonato da República Checa, ficou marcado pela rápida intervenção de um avançado que impediu a morte do guarda-redes adversário.

A partida decorria com normalidade, quando, à passagem da meia-hora, o guarda-redes Martin Berkovec saiu da área para disputar a bola e acabou por chocar com o companheiro de equipa Antonín Krapka e o avançado adversário, Francis Koné.

Na sequência do embate, o guardião ficou inconsciente e em dificuldades. O avançado togolês - que teve uma passagem pelo Olhanense em 2013/14 - rapidamente percebeu que Berkovec estava a sufocar com a própria língua, intervindo prontamente com uma ação decisiva para que o checo continuasse a respirar.

O jogador de 28 anos foi imediatamente substituído e mais tarde levado para o hospital, tendo recebido alta entretanto. Através do Facebook, agradeceu a Koné pela ajuda.

“Quero agradecer a Francis Koné pela ajuda na emergência do jogo de hoje… Estou grato pelo alívio e obrigado novamente!”.

Após o encontro, o internacional togolês revelou que não foi a primeira vez que foi chamado a intervir em situações semelhantes. “Já me aconteceu quatro vezes. Uma na Tailândia e duas em África. Estou sempre a verificar os jogadores, para confirmar que eles não engolem a língua”.

O jogo acabou empatado a zero, mas pode dizer-se que Koné foi claramente o melhor em campo.