Tribuna Expresso

Perfil

Futebol internacional

E o novo reforço do futebol chinês é... Diego Maradona

Calma, "Dios" não vai regressar aos relvados. Mas a lenda argentina aceitou o convite para ajudar a desenvolver o futebol na China

Evandro Furoni

D.R

Partilhar

Depois de Carlos Tevez, mais um ídolo argentino é seduzido pelos milhões do futebol chinês: Diego Maradona é o novo reforço da Super League chinesa.

Não, o "Dios" do futebol argentino não voltará aos relvados aos 56 anos, mas atuará como embaixador do futebol chinês pelo mundo.

Segundo o jornal argentino "Olé", o trabalho de Maradona será dar conselhos para a formação de novos jogadores no futebol local.

O plano do governo chinês é desenvolver talentos locais para que nos próximos anos o país consiga entrar na elite do futebol mundial. A expectativa é que Maradona vá morar na China nos próximos dias.

"Muito obrigado Sra.Tang Qinghui [representante do governo chinês que liderou as negociações] por esta oportunidade para trabalhar na China. Serei eternamente grato", escreveu o argentino na sua página no Facebook.

Maradona terá que equilibrar as funções na Ásia com o cargo de embaixador da FIFA. O campeão do mundo em 1986 aceitou em fevereiro ajudar no desenvolvimento de atletas e na promoção do futebol pelo mundo, ao lado da entidade máxima do desporto, criticada por ele no passado.

O Nápoles, equipa italiana que tem Maradona como maior ídolo, também pensa em convidá-lo para promover o clube pelo mundo, revelou recentemente o presidente Aurelio De Laurentiis.

Atualmente, o futebol chinês é o grande destino dos jogadores em busca de um novo desafio (monetário?). Na última janela de transferências, a liga chinesa gastou um total de €388 milhões.

Partilhar