Tribuna Expresso

Perfil

Futebol internacional

Maradona tentou repetir a gracinha da “Mão de Deus”. Errou e levou um amarelo

Argentino quis reescrever a história do Mundial de 1986 num evento na Coreia do Sul

Evandro Furoni

Partilhar

Maradona está a levar a sério o novo cargo como embaixador da FIFA. A lenda argentina participou na última terça-feira num jogo festivo para promover o Mundial de futebol Sub-20. Ele tentou mostrar um pouco do futebol que encantou o mundo na década de 80, mas também relembrou alguns dos truques menos nobres que o tornaram famoso.

Maradona tentou reeditar o famoso golo com a mão, contra a Inglaterra no Mundial de Futebol de 1986. Desta vez, não correu bem. A bola não chegou onde ele queria, e o árbitro advertiu o argentino com o cartão amarelo.

O antigo campeão mundial teve a companhia do ex-benfiquista Pablo Aimar no evento. Além destes dois, estrelas do futebol local participaram no jogo amigável.

Recordar

A “Mão de Deus” é um dos golos mais famosos da história do futebol. Durante os quartos de final do Mundial de 1986, Maradona fingiu ter cabeceado a bola, mas na verdade a desviou com a mão para marcar o primeiro golo da Argentina contra a Inglaterra. “Marquei um pouco com a cabeça e um pouco com a mão de Deus, disse o futebolista após o jogo.

Quatro minutos depois, Maradona marcou o "Golo do Século". O camisola 10 passou por seis ingleses antes de fazer o segundo golo da seleção argentina, campeã desse Mundial.

Partilhar