Tribuna Expresso

Perfil

Futebol internacional

Carta “assume responsabilidade” pelas explosões que atingiram autocarro do Borussia

Procurador alemão diz que as investigações ainda prosseguem, mas que não há dúvidas que as explosões procuraram atingir o autocarro da equipa alemã

Alexandre Costa

STR/EPA

Partilhar

Um procurador alemão anunciou que foi encontrada uma carta que “assume responsabilidade pelo ato”, referindo-se às três explosões que atingiram o autocarro do Borussia Dormund.

As autoridades alemãs indicaram que não há dúvidas que o alvo era o autocarro do Borussia, acrescentando que não têm dados que apontem para que se trate de um atentado terrorista e que as investigações prosseguem.

A carta foi encontrada junto ao local onde ocorreram as explosões, estando a procurar apurar-se a sua autenticidade, referiram ainda as autoridades, não dando mais detalhes sobre o seu conteúdo.

“A investigação tem de ser levada a cabo de forma focada e profissional. A especulação não ajudará", referiu a polícia.

Os três dispositivos explodiram quando o autocarro transportava a equipa para o Estádio Westfalen, onde iria defrontar o AS Monaco, tendo ficado ferido o catalão Marc Bartra, jogador do Borussia.

“Eu estava sentado mesmo na parte detrás ao lado de Marc Bartra, que foi atingido por fragmentos da janela detrás”, relatou o guarda-redes Roman Bürki, “o autocarro virou para a estrada principal onde houve um grande estrondo – uma explosão”. “Nós não sabíamos se ia acontecer mais alguma coisa”, acrescentou, nas declarações prestadas ao jornal suíço “Blick”.

Cerca de 15 minutos antes da hora agendada (19h45) para o início da partida, o Borussia Dortmund informou que o jogo seria adiado para as 17h45 desta quarta-feira.