Tribuna Expresso

Perfil

Futebol internacional

Uma tragédia, seis meses e 27 contratações depois, a Chapecoense volta a festejar

O clube sagrou-se campeão do estado de Santa Catarina

Patrícia Gouveia

Partilhar

Chapecó voltou a sorrir. Seis meses depois da tragédia que vitimou grande parte do plantel da Chapecoense, a equipa tem motivos para celebrar - conquistou o campeonato catarinense de futebol pelo segundo ano consecutivo.

Este é o primeiro bicampeonato da história da Chape, que em seis meses teve de se reinventar - contratou 27 jogadores - e mostrou que conseguiu recuperar depois do acidente aéreo de 28 de novembro de 2016.

A Chapecoense entrou em campo frente ao Avaí este domingo e acabou por perdeu por 1 a 0, fruto de um erro do guarda-redes Artur Moraes, ex-jogador do SL Benfica. Contudo, valeu a vitória conseguida antes, na casa do Avaí, pelo mesmo resultado, uma vez que a formação orientada por Vágner Mancini terminou a fase regular do campeonato com mais pontos do que o adversário.

Este é o sexto campeonato catarinense que a equipa de Chapecó consegue conquistar e a festa fez-se no estádio Arena Condá, onde estiveram sobreviventes da tragédia e familiares das vítimas.

Partilhar