Tribuna Expresso

Perfil

Futebol internacional

Cheick Tioté, antigo jogador do Newcastle, morre durante um treino

Cheick Tioté faleceu durante um treino do Beijing Enterprises, clube da segunda divisão da China. O internacional costa-marfinense, 30 anos, transferira-se para o futebol chinês do Newcastle, equipa pela qual fez mais de 150 jogos, em Inglaterra

Diogo Pombo

Stu Forster

Partilhar

Cheick Tioté morreu esta segunda-feira durante uma sessão de treino do Beijing Enterprises, clube que joga na segunda divisão do futebol chinês. A morte do costa-marfinense foi confirmada esta tarde por Emanuele Palladino, o seu empresário: “É com profunda tristeza que confirmo que o meu cliente, Cheick Tioté, infelizmente faleceu, após colapsar durante o treino”.

O The Guardian escreve que o médio, de 30 anos, terá sofrido um ataque cardíaco. O empresário do jogador, contudo, em comunicado, escreveu que “não é possível adiantar neste momento.

Cheick Tioté era um futebolista costa-marfinense que chegou à Europa em 2005. Esteve duas épocas no Anderlecht, da Bélgica, antes de passar uma temporada emprestado ao Roda, do campeonato holandês. Foi aí que chamou a atenção do Twente e de Steve McLaren, treinador inglês que o contratou para o clube.

Em 2010 foi comprado pelo Newcastle, equipa do norte de Inglaterra pela qual cumpriu mais de 150 jogos, a maioria deles na Premier League. Em janeiro, os ingleses venderam-no ao Beijing Enterprises, por cerca de 4,5 milhões de euros.

Tioté estevem 55 partidas pela seleção da Costa do Marfim, com a qual jogou em dois Campeonatos do Mundo - em 2010, na África do Sul, e em 2014, no Brasil. Em 2015, conquistou a Taça das Nações Africanas.