Tribuna Expresso

Perfil

Futebol internacional

Buffon diz que pode terminar carreira em 2018 (tudo depende da Champions)

O guarda-redes Gianluigi Buffon diz que a época de 2017/2018 poderá ser a última da sua carreira, mas afirma que há uma coisa que o pode fazer mudar de ideias: uma eventual vitória da Juventus na Champions

Expresso

Shaun Botterill

Partilhar

Depois de mais de duas décadas de futebol de alto nível, Gianluigi Buffon, considerado como um dos grandes guarda-redes do futebol mundial, avançou esta segunda-feira que a época de 2017/2018 poderá ser a última da sua carreira.

No entanto, o jogador da Juventus afirma que pode mudar de ideias caso consiga conquistar a Liga dos Campeões. “Se conseguirmos vencer a Champions, prolongo a carreira por mais uma temporada para tentar vencer o Mundial de Clubes e outros troféus”, disse em entrevista à “Sky Sport Italia”, citada pela AP.

Buffon, de 39 anos, ganhou oito títulos da Serie A com a Juventus e o Mundial de 2006 com a Itália, mas já leva três finais da Liga dos Campeões perdidas (2003, 2015 e 2017). O guarda-redes tem um recorde de 169 internacionalizações para a Itália e pretende disputar o Mundial 2018 pela seleção Italiana.

Partilhar