Tribuna Expresso

Perfil

Futebol internacional

Clubes chineses liquidam dívidas após advertência de suspensão

Dez clubes do campeonato chinês de futebol anunciaram esta quarta-feira a liquidação de dívidas de pagamento de salários e taxas de transferências, depois da Confederação Asiática (AFC) atribuir um prazo de cumprimento, sob pena de exclusão das competições continentais

Lusa

China Stringer Network

Partilhar

Os clubes chineses em questão foram advertidos para que, caso a situação financeira não fosse cumprida, tendo como data limite o dia 15 de agosto, enfrentariam partidas de suspensão, não só a nível continental, mas também na 'Chinese Super League'.

Apenas três em 16 clubes da primeira divisão chinesa ficaram de fora da advertência da AFC.

O Guangzhou Evergrande afirmou ter resolvido as suas dívidas em dezembro de 2016 e em janeiro de 2017, tal como o Shanghai SIPG, equipa treinada pelo português André Villas-Boas, que também assegurou ter tudo em ordem.

O Shenhua, outro clube de Xangai, disse ter pago "90%" dos valores reclamados pela AFC.

Partilhar