Tribuna Expresso

Perfil

Futebol internacional

Neymar ao ataque: “Esta direção não devia mandar no clube. O Barça merece muito melhor e toda a gente sabe isto”

Neymar já está a brilhar ao serviço do PSG - em dois jogos, três golos e três assistências - mas ainda não esqueceu o Barcelona, e diz que os ex-companheiros merecem bem melhor

Neymar trocou o Barcelona pelo PSG no início da época 2017/18

FRED TANNEAU/GETTY

Partilhar

Longe, mas perto. Apesar de já estar a brilhar em Paris, Neymar ainda tem parte do coração em Barcelona, como o próprio mostrou ao emocionar-se no minuto de silêncio em homenagem às vítimas do ataque na cidade catalã, antes do PSG-Toulouse, domingo à noite.

No jogo da 3ª jornada da Liga francesa que os parisienses venceram por 6-2, Neymar brilhou: marcou dois golos - um deles, fintando meia equipa adversária (veja mais abaixo) - e fez duas assistências, além de ter sofrido um penálti.

Com esta vitória, o PSG soma nove pontos no campeonato, os mesmos do campeão Mónaco, liderado por Leonardo Jardim.

Só que, mesmo depois do apito final, Neymar continuou ao ataque... na zona mista. Questionado sobre a situação atual do Barcelona, o avançado que os parisienses contrataram por €220 milhões começou por dizer que não tinha "nada para dizer sobre a direção do Barcelona".

Mas, poucos segundos depois, mudou de ideias. "Quer dizer, afinal tenho algo para dizer: que estou desiludido com eles", admitiu. "Passei quatro anos no Barcelona e fui feliz. Comecei feliz, passei quatro anos felizes e saí feliz. Mas não com eles. Para mim, esta direção não devia mandar no clube. O Barça merece muito melhor e toda a gente sabe isto", disse Neymar.

"Ver os meus ex-colegas infelizes também me deixa triste, porque tenho muitos amigos lá. Espero que as coisas melhorem para o Barcelona. Espero que voltem à equipa que eram e sejam uma equipa que consegue competir com as restantes", concluiu.