Tribuna Expresso

Perfil

Futebol internacional

Leonardo Jardim: “Sérgio Conceição deu um cunho especial ao FC Porto”

Em termos táticos, Jardim disse que está preparado para qualquer esquema tático que Sérgio Conceição apresente

Lusa

Leonardo Jardim tem 42 anos e é treinador do Mónaco

PATRIK STOLLARZ/GETTY

Partilhar

Leonardo Jardim, treinador do Mónaco, não poupou elogios ao FC Porto, seu adversário esta terça-feira para a Liga dos Campeões de futebol, no principado, e admitiu que o jogo se vai decidir "em questões de pormenor".

"Estamos a falar de uma excelente equipa, motivada, de grande qualidade, que chegou à liderança do seu campeonato há dias. Gosto em especial do trabalho do treinador, que deu um cunho especial à equipa. Os jogos entre o Mónaco e o FC Porto vão decidir-se muito ao pormenor", disse o treinador português do campeão de França, na conferência de imprensa de lançamento do encontro.

Quanto ao Mónaco, também "começou bem o campeonato", recorda. "Temos jogado bem, descontando o jogo contra o Nice, mesmo antes da chegada dos reforços. Vamos conseguir ainda mais qualidade e intensidade com esses novos jogadores", explicou.

Em termos táticos, Jardim vincou que está preparado para qualquer esquema tático que Sérgio Conceição, o treinador dos 'dragões', apresente. "O FC Porto tem jogado, e bem, com dois avançados. Mas até poderá não o fazer amanhã e estamos conscientes disso".

Questionado sobre a utilização em alternativa de Thomas Lemar, que regressa à equipa, ou o português Ronny Lopes, não foi claro, deixando a resposta final para terça-feira. "Ronny pode jogar à esquerda, é explosivo... Lemar gosta de jogar com a bola no pé... amanhã, um deles vai jogar".

Jardim não teve dúvidas, no entanto, e garantir que o guarda-redes é Diego Benaglio, e não Subasic. "Vai jogar Diego, Subasic ainda não recuperou totalmente, está a regressar. Tenho confiança nos dois, mas agora joga Diego".

O técnico português desvalorizou as excelentes estatísticas em casa do Mónaco, na edição anterior.

"Cada ano é uma nova realidade e um novo percurso. Houve uma grande época internacional no ano passado, mas mais importante que falar do passado ou do futuro é o presente", disse.

João Moutinho, o jogador dos monegascos que falou na conferência de imprensa, não escondeu o gosto especial por defrontar um clube em que foi muito feliz ao longo de seis épocas.

"Gostava que fosse uma equipa portuguesa e foi logo o FC Porto, uma equipa de que tenho muito boas memórias. Espero que consigamos ser melhores que o FC Porto e que somemos os três pontos. Estou habituado a jogar contra clubes com quem já joguei, isso não é pressão", disse.

"O FC Porto tem uma bela equipa, que faz pressão e procura o ataque, procura recuperar a bola e joga bem no contra-ataque", disse ainda o internacional português.

Questionado sobre a forma como Pepe e Quaresma, jogadores do Besiktas, foram recebidos no Estádio do Dragão, João Moutinho considerou a situação normal, "pelo que fizeram pelo clube". "É um clube que também, me diz muito, sou apoiante e gostaria de ter também essa receção, pelos seis anos que lá estive".