Tribuna Expresso

Perfil

Futebol internacional

Jupp Heynckes: “Isto não é um regresso, é por tempo limitado”

Questionado sobre os seus objetivos para o Bayern Munique esta época, Heynckes foi honesto e disse da maneira como o Borussia Dortmund está a jogar, “será difícil apanhá-los”

Expresso

Jupp Heynckes, treinador alemão do Bayern Munique (Alemanha)

Partilhar

Jupp Heynckes regressou ao Bayern Munique após quatro anos afastado dos relvados, para surpresa de muitos e do próprio. Esta segunda-feira, durante a apresentação oficial como novo treinador do Bayern Munique, depois da saída de Ancelotti, Heynckes confessou que quando em 2013 deixou o comando técnico do clube alemão já não pensava voltar a vir a treinar.

“Depois de deixar o Bayern em 2013, não pensei que voltasse a treinar novamente. Pensava que tinha ficado por ali. Tive propostas de clubes europeus de topo, mas não queria regressar. Isto não é um regresso, é por tempo limitado”, disse aos jornalistas.

“Os críticos dizem que estou afastado há quatro anos, mas o futebol não foi reinventado. Segui-o atentamente. A idade é um número, nada mais. Há quem se sinta velho aos 45 anos. Eu não mudei, continuo a adorar música e desporto. Sinto-me jovem”, apontou o treinador de 72 anos.

Questionado sobre os seus objetivos para o clube esta época, Heynckes foi honesto e disse da maneira como o Borussia Dortmund está a jogar, “será difícil apanhá-los”.

“Sou realista. Mas a nossa equipa tem qualidade. O meu trabalho é recuperá-la. Sei exatamente por onde tenho de começar”, explicou.