Tribuna Expresso

Perfil

Futebol internacional

Os 30 nomeados para a Bola de Ouro da France Football

Ou, por outras palavras, os 28 humanos que acompanham os extraterrestres Cristiano Ronaldo e Lionel Messi nos nomeados para o prémio individual com mais tradição no futebol, a Ballon D'Or da revista France Football. Eis a lista dos 30 jogadores candidatos à vitória

Diogo Pombo

Gonzalo Arroyo Moreno

Partilhar

O ano passado, a France Football, revista francesa que existe desde que o futebol ainda se jogava com bolas pesadas e com chuteiras que mais pareciam botas da tropa, tomou uma decisão que deu mais animação a isto de haver prémios individuais numa modalidade coletiva - separou-se da FIFA.

A publicação unira-se à entidade que rege o futebol internacional em 2010, para fazerem de duas distinções de melhor jogador do mundo uma só. Durante cinco anos entregou-se a FIFA Ballon D'Or, ou a Bola da Ouro da FIFA cá para nós, para que houvesse apenas um troféu que elevasse universalmente um futebolista, a cada ano.

Com o tempo, contudo, a FIFA entrou na era em que as denúncias e casos provados de corrupção, subornos e desvio de fundos se começaram a suceder. Sepp Blatter caiu depois de vários dirigentes abaixo dele caírem, as polémicas apareciam uma a seguir à outra. Em 2016, a France Football anuncia o divórcio e a retoma do prémio que começara a atribuir em 1956.

Foi essa decisão que originou a sequência de eventos que tornou Cristiano Ronaldo vencedor da distinção, o ano passado. A mesma que, este ano, volta a colocar o português como um dos 30 candidatos a ganhar, de novo, o prémio, a par de Lionel Messi, o seu velho concorrente em tudo o que são distinções no futebol.

A France Football foi anunciando nesta segunda-feira os candidatos, via redes sociais, ao longo do dia - para não nos poupar à curiosidade e suspensa. O vencedor será conhecido em dezembro, em data ainda por revelar.

A lista dos 30 nomeados:

Neymar (Paris Saint-Germain/Brasil)

Luka Modric (Real Madrid/Croácia)

Paulo Dybala (Juventus/Argentina)

Marcelo (Real Madrid/Brasil)

N'Golo Kanté (Chelsea/França)

Luis Suárez (Barcelona/Uruguai)

Sergio Ramos (Real Madrid/Espanha)

Jan Oblak (Atlético de Madrid/Eslovénia)

Philippe Coutinho (Liverpool/Brasil)

Dries Mertens (Nápoles/Bélgica)

Kevin de Bruyne (Manchester City/Bélgica)

Robert Lewandowski (Bayern de Munique/Polónia)

David de Gea (Manchester United/Espanha)

Harry Kane (Tottenham/Inglaterra)

Edin Dzeko (AS Roma/Bósnia e Herezgovina)

Antoine Griezmann (Atlético de Madrid/França)

Toni Kroos (Real Madrid/Alemanha)

Gianluigi Buffon (Juventus/Itália)

Sadio Mané (Liverpool/Senegal)

Falcao (AS Monaco/Colômbia)

Lionel Messi (Barcelona/Argentina)

Pierre-Emerick Aubameyang (Borussia Dortmund/Gabão)

Edinson Cavani (Paris Saint-Germain/Uruguai)

Mats Hummels (Bayern de Munique/Alemanha)

Karim Benzema (Real Madrid/França)

Eden Hazard (Chelsea/Bélgica)

Cristiano Ronaldo (Real Madrid/Portugal)

Leonardo Bonucci (AC Milan/Itália)

Isco (Real Madrid/Espanha)

Kylian Mbappé (Paris Saint-Germain/França)