Tribuna Expresso

Perfil

Futebol internacional

Mourinho: "Tenho a certeza que não vou acabar a carreira no Manchester United"

Em entrevista ao programa Téléfoot da TF1, o treinador português garantiu que ainda tem ambições e deixou rasgados elogios aos Paris Saint-Germain

Expresso

Special. Nenhum outro português deixou uma marca mais vincada na Premier League do que Mourinho

getty

Partilhar

Já se sabe que cada país puxa a brasa à sua sardinha e em França a sardinha chama-se PSG. E quando um programa de televisão francês, neste caso o Téléfoot da TF1 entrevista Mourinho, já se sabe que o tema Paris Saint-Germain vem à baila.

E irá um dia Mourinho treinar em Paris? Há perguntas que não têm uma resposta óbvia, mas não se pode dizer que o português se tenha colocado de fora.

"A única coisa que posso dizer é que sou um treinador que ainda tem ambições e o desejo de conquistar coisas novas", começou por frisar Mourinho, lançando de seguida a frase que terá deixado um brilho nos olhos de todos os adeptos do PSG.

"Tenho a certeza que não vou acabar a carreira no Manchester United".

Sobre o PSG, Mourinho só tem coisas boas a dizer. Até o seu filho parece achar mais graça a Neymar, Mbappé e companhia do que à equipa treinada pelo pai.

"O meu filho mora em Londres e há uns dias foi a Paris ver o PSG e não a Manchester. E porquê Paris? Porque tem algo de especial. Algo mágico. Tem qualidade, juventude. É fantástico".

Fechado o capítulo PSG, Mourinho falou ainda de outras fases da sua carreira. Do Inter diz ter sido "uma experiência especial, uma história de amor". Já para o Real Madrid as palavras não são tão doces.

"Fui para o Real quando não era o momento de ir para o Real. Mas fui porque quis e numa altura em que o Barcelona era mais forte. Saí por minha decisão. A minha filha ia estudar numa universidade em Londres e achei que era o momento de unir a família. Também deixei o Real por motivos pessoais. No meu terceiro ano em Madrid já não era feliz", contou.

Barcelona? A verdade tem de esperar

O que não saberemos para já é a verdade sobre a suposta oportunidade que Mourinho teve para se tornar treinador do Barcelona em 2008 - Guardiola seria o escolhido. Talvez um dia saibamos, mas teremos de esperar até Mourinho andar de bengala.

"Talvez um dia conte a verdade. Agora não, essas são aquelas coisas da minha carreira que prefiro manter para mim. Talvez um dia, quando for velho, muito velho… talvez".