Tribuna Expresso

Perfil

Futebol internacional

Voltou a chuva. Sinal para pegar na manta e ligar a televisão: este fim de semana há muita (boa) bola para ver

Acabou-se o verão tardio e começam a tomar forma os fins de semana em casa, a beber chá e a comer bolachas debaixo do cobertor. Ou, em alternativa, cerveja e amendoins, porque há na televisão futebol de qualidade para todos os gostos

Mariana Cabral

Michael Regan/Getty

Partilhar

Sábado, 4 de novembro de 2017

- Valência-Leganés, Liga espanhola (12h, SportTV2)
Não há nada como começar um dia com bola (para os mais madrugadores - interessados na formação -, às 11h, no Porto Canal, há um FC Porto-Anadia em juvenis) e este Valência-Leganés é o primeiro jogo interessante de sábado. Se alguém dissesse que o 12º classificado da Liga espanhola em 2016/17 iria estar agora em 2º lugar, com 24 pontos, à frente do Real Madrid (20) e atrás do Barcelona (28), provavelmente não seria levado a sério.

Mas a verdade é que este "novo" Valência (é ler AQUI para saber mais) de Marcelino Toral, com um grande Gonçalo Guedes no ataque, está a impressionar: ainda não perdeu esta época e está com sete vitórias consecutivas.

Ainda assim, o Leganés, 17º classificado da época passada - ou seja, o primeiro acima da linha de despromoção -, não será adversário fácil: está em 7º, com 17 pontos. Ou seja, para já, a lutar pela Europa.

- Stoke City-Leicester (12h30, SportTV3)

- Deportivo-Atlético de Madrid, Liga espanhola (15h15, SportTV2)

- Tondela-Boavista, Liga portuguesa (16h, SportTV5)

- Moreirense-Portimonense, Liga portuguesa (16h, SportTV1)

- Angers-PSG, Liga francesa (16h, SportTV4)

Neymar durante o PSG-Anderlecht, para a Liga dos Campeões

Neymar durante o PSG-Anderlecht, para a Liga dos Campeões

FRANCK FIFE/GETTY

Neymar não estará em campo - lesionou-se contra o Anderlecht, na Liga dos Campeões -, mas vale a pena ver o 1º classificado da Liga francesa, com 29 pontos - mais quatro do que o Mónaco, que recebe o Guingamp, às 19h (SportTV4).

É que não há Neymar, mas há Cavani e Mbappé (Di Maria e Thiago Motta também não jogam), ou seja, parte da frente de ataque da equipa com mais golos marcados (34) em França.

- West Ham-Liverpool, Liga inglesa (17h30, SportTV3)

- Borussia de Dortmund-Bayern de Munique, Liga alemã (17h30, SportTV2)
Um clássico alemão é sempre um clássico alemão, mas convenhamos que, esta época, o interesse é reduzido, comparativamente com anos anteriores - já não temos em Dortmund e em Munique as máquinas ofensivas de Tuchel e Guardiola.

Ainda assim, o Bayern só tem somado vitórias desde que Jupp Heynckes regressou - já lá vão seis consecutivas - e está na liderança da Bundesliga, com 23 pontos. Logo atrás, com menos três, está, obviamente, o Borussia de Peter Bosz (e de Raphaël Guerreiro), ex-técnico do Ajax, que recentemente tem desiludido, no que diz respeito a resultados: na Liga dos Campeões, empatou com o APOEL, em duas jornadas consecutivas; e, na Bundesliga, perdeu com o Hannover 96 e com o Leipzig e empatou com o Eintracht Frankfurt. Ou seja, nos últimos seis jogos, apenas uma vitória, contra o Magdeburg, da 3ª divisão, na Taça.

- Estoril-Rio Ave, Liga portuguesa (18h15, SportTV1)

- Mónaco-Guingamp, Liga francesa (19h, SportTV4)

- Barcelona-Sevilha, Liga espanhola (19h45, SportTV2)

- FC Porto-Belenenses, Liga portuguesa (20h30, SportTV1)

Sérgio Conceição, treinador do FC Porto

Sérgio Conceição, treinador do FC Porto

Octavio Passos/Getty

- Botafogo-Fluminense, Liga brasileira (21h, SIC Radical)

- Coritiba-Avaí, Liga brasileira (23h, PFC)

Domingo, 5 de novembro de 2017

- Levante-Girona, Liga espanhola (11h, SportTV2)

- União da Madeira-FC Porto B, 2ª Liga portuguesa (11h15, SportTV1)

- Inter-Torino, Liga italiana (11h30, SportTV5)

- Tottenham-Crystal Palace, Liga inglesa (12h, SportTV3)

- Lokomotiv-CSKA, Liga russa (13h30, SportTV2)

- Juventus-Benevento, Liga italiana (14h, SportTV1)

- Chievo-Napoli, Liga italiana (14h, SportTV5)

A questão aqui é simples: se ainda não viu o Nápoles de Maurizio Sarri a jogar, veja já este jogo. A par do City de Guardiola, é provavelmente a equipa que joga o futebol mais intrincado e coletivo da Europa - e isso é uma delícia de se ver, pelo menos para quem é fã de futebol de ataque. Com dez vitórias e um empate (31 pontos), o Nápoles segue na liderança da Liga italiana, mas tem o Inter de Luciano Spaletti logo atrás, com 29 pontos. E, depois, a campeã Juventus, com 28.

- Manchester City-Arsenal, Liga inglesa (14h15, SportTV3)

Richard Heathcote

"Ah, mas consegues fazê-lo numa noite chuvosa em Stoke?" Esta é a frase que os ingleses costumam utilizar para menosprezar os treinadores continentais, que podem ser bons lá na terra deles, mas, em Inglaterra, a história é bem diferente... dizem eles. A frase é engraçada, mas tem pouco de realista, como se vê pela época do City de Guardiola: não só lidera a Premier League, com nove vitórias e um empate (28 pontos), como ainda não perdeu esta época, e, quase tão importante como isso tudo... joga que se farta.

- Sporting B-Oliveirense, 2ª Liga portuguesa (15h, Sporting TV)

- Benfica B-Penafiel, 2ª Liga portuguesa (15h, BTV)

- Celta de Vigo-Atlético de Bilbau (15h15, SportTV2)

- Chaves-Paços de Ferreira, Liga portuguesa (16h, SportTV1)

- Feirense-Marítimo, Liga portuguesa (16h, SportTV5)

- Chelsea-Manchester United, Liga inglesa (16h30, SportTV3)

Mourinho, por favor, não lhes digas que a partir de agora é sempre a descer

Mourinho, por favor, não lhes digas que a partir de agora é sempre a descer

Foto Carl Recine/Reuters

É certo que também há City-Arsenal, mas o Arsenal é o Arsenal (leia-se: espera-se sempre o pior do Arsenal), o que quer dizer que o jogo grande da 11ª jornada da Liga inglesa é mesmo o Chelsea-United. A equipa de Conte é a atual campeã, mas está a ter uma época para esquecer, com exibições fracas que só lhe permitiram ascender ao 4º lugar, com 19 pontos.

Já o United de Mourinho, de pragmatismo em pragmatismo, vai subindo na tabela e está em 2º lugar, com 23 pontos, menos cinco do que o líder City. Este será mais um regresso do treinador português mais vitorioso da história a uma casa que já conhece bem e onde foi campeão - mas ele diz que isso não é particularmente relevante.

- Villarreal-Málaga, Liga espanhola (17h30, SportTV2)

- Vitória de Guimarães-Benfica, Liga portuguesa (18h, SportTV1)

- Ajax-Utrecht, Liga holandesa (18h30 - diferido, SportTV4)

- Corinthians-Palmeiras, Liga brasileira (19h, SIC Radical)

- Grémio-Flamengo, Liga brasileira (19h, PFC)

- Sassuolo-AC Milan, Liga italiana (19h45, SportTV3)

- Real Madrid-Las Palmas, Liga espanhola (19h45, SportTV2)

Não há crise, está tudo bem, é só uma fase - isto é o que os merengues têm repetido nos últimos dias, depois de acumularem a terceira derrota da época, mas a verdade é que os campeões espanhóis não estão propriamente nas nuvens. À 11ª jornada da Liga espanhola, o Real Madrid já vai com oito pontos de atraso para o líder Barcelona, em 3º lugar da tabela, com 20 pontos - os mesmos do Atlético de Madrid.

Depois das derrotas com Tottenham e Girona - aliadas a más exibições, a equipa de Ronaldo tem de dar uma boa resposta e nada melhor do que defrontar o antepenúltimo classificado, com apenas seis pontos, para fazê-lo.

- Sporting-Sporting de Braga, Liga portuguesa (20h15, SportTV1)

- Vasco-Vitória, Liga brasileira (21h, PFC)

- Everton-Watford, Liga inglesa (23h50 - diferido, SportTV3)