Tribuna Expresso

Perfil

Futebol internacional

Playoffs. Itália procura uma vendetta há muito adiada com a Suécia

Italianos tem uma questão por resolver com os suecos que já data de 2004. Pode ter chegado o momento da vingança

Expresso

Claudio Villa

Partilhar

Entre a Itália e a Suécia há assuntos por resolver. Assuntos que remontam ao europeu de 2004, mais precisamente, e que vão estar no subtexto do jogo da primeira mão dos playoffs para o Mundial de 2018 na Rússia, que irá ocorrer esta sexta-feira.

Há 14 anos, durante a fase de grupos do Europeu que decorria em Portugal, os italianos acusaram a Suécia e a Dinamarca - duas equipas escandinavas - de conspiraram para eliminarem a sua equipa, depois de um empate pouco provável por 2-2.

Veio-se a saber mais tarde que tinham ocorrido conversações entre jogadores dos dois países no meio sentido… e os italianos nunca esqueceram.

Buffon, que na época já era o guarda-redes da seleção italiana, acusou as duas equipas escandinavas de falta de desportivismo e fair-play, mágoa que foi alimentada durante muito tempo pelos italianos.

Agora, pode ter chegado o momento da vendetta há muito adiada.

A Suécia não podia estar com mais azar. De todas as seleções classificadas para os playoffs, nenhuma queria que lhe calhasse a italiana. Ao nível teórico, é uma das mais difíceis, mas equilibradas.

Há espaço para surpresas no encontro desta sexta-feira, mas as casas de apostas dão um favoristimo claro à seleção italiana.