Tribuna Expresso

Perfil

Futebol internacional

Russos e argentinos já sabem o que é jogar no estádio da final do Mundial. E Salvio também

O reconstruído Estádio Luzhniki, palco da final do Mundial 2018 de futebol, foi inaugurado este sábado. Um golo no fim do jogo decidiu tudo

Lusa

KIRILL KUDRYAVTSEV / Getty

Partilhar

O avançado Sergio Aguero, aos 86 minutos, de cabeça, fez o único golo da partida, num jogo em que Salvio entrou de início do lado dos sul-americanos e foi substituído aos 78.

Este foi o primeiro jogo realizado no novo Estádio Luzhniki, que tem capacidade para 81 mil pessoas e custou cerca de 350 milhões de euros. O recinto original foi construído em 1954, mas foi parcialmente demolido em 2013.