Tribuna Expresso

Perfil

Futebol internacional

Robinho condenado a nove anos de prisão por “violência sexual”

O caso remonta a 2013, quando Robinho jogava pelo AC Milan

Expresso

Pedro Vilela

Partilhar

O avançado brasileiro Robinho, que já representou clubes como Real Madrid e Manchester City e que agora joga pelo Atlético Mineiro, foi condenado a nove anos de prisão por “violência sexual”.

Um tribunal italiano considerou que o brasileiro participou, com mais cinco pessoas, na violação de uma albanesa, de 22 anos, quando ainda jogava no AC Milan (2013).

Para já, Robinho fica em liberdade, uma vez que em Itália os recursos têm efeitos suspensivos.

“Sobre o assunto envolvendo o atacante Robinho, em um fato ocorrido há alguns anos, esclareço que meu cliente já se defendeu das acusações, afirmando não ter qualquer participação no episódio. Todas as providências legais já estão sendo tomadas acerca desta decisão em primeira instância”, disse a advogada de Robinho à SportTV Brasileira