Tribuna Expresso

Perfil

Futebol internacional

A bomba de janeiro chama-se Philippe Coutinho: brasileiro já é jogador do Barcelona

Avançado brasileiro foi oficializado no líder da liga espanhola, num negócio que poderá chegar aos 160 milhões de euros. Coutinho torna-se assim no 2.º jogador mais caro da história, apenas atrás de Neymar

Expresso

Aitor Alcalde/Getty

Partilhar

Umas das novelas mais resistentes no que ao mercado diz respeito teve este sábado o seu final. Um final com muitos milhões à mistura.

O Barcelona confirmou a contratação do brasileiro Philippe Coutinho do Liverpool, ele que já tinha estado perto do líder da liga espanhola no início da temporada. Agora, o avançado de 25 anos muda-se mesmo para a Catalunha, onde até já jogou, quando o Inter de Milão o emprestou ao Espanyol, em 2012.

No ano seguinte seguiria para o Liverpool, onde fez 200 jogos e 54 golos, mas não ganhou qualquer título coletivo.

O negócio, diz-se por Espanha, fez-se pela ninharia de 120 milhões de euros a pronto, mais 40 milhões em variáveis, pelo que o preço final pode chegar aos 160 milhões.

Coutinho torna-se assim no 2.º jogador mais caro da história do futebol mundial - em primeiro lugar continuam Neymar e os 222 milhões que o PSG pagou ao Barcelona no início da época e a transferência de Mbappé para o PSG só será definitiva no final da época. O também extremo, que assinou por cinco temporadas e meia, terá ainda uma cláusula de rescisão fixada em 400 milhões de euros.

Coisa pouca.