Tribuna Expresso

Perfil

Futebol internacional

“Amo os meus jogadores e é um prazer saber que vamos estar juntos nos próximos três anos”. Ou seja, Mourinho renovou com o Manchester United

Uma época e meia e três troféus depois, o Manchester United anunciou que renovou contrato com José Mourinho “pelo menos até 2020”

Expresso

Ed Woodward e José Mourinho após a renovação do contrato do treinador português

DR

Partilhar

É uma relação estável e feliz. É assim que podemos caracterizar a vida de José Mourinho em Manchester, lendo o comunicado publicado esta tarde pelo United, que confirma que o contrato do treinador foi estendido "pelo menos até 2020, com opção de mais um ano".

Mourinho cumpre a sua segunda época em Manchester, depois de ter conquistado em 2016/17 a Liga Europa, a Taça da Liga e a Supertaça. "O José já conquistou muito enquanto treinador do Manchester United e estou muito feliz que ele tenha concordado em renovar connosco até 2020", disse Ed Woodward, líder do clube.

"A sua ética de trabalho e profissionalismo são excecionais e acolheu o desejo do clube em promover jovens jogadores de qualidade para a equipa principal. Ele trouxe-nos uma energia e um propósito com tudo o que faz e tenho a certeza que isso continuará a proporcionar resultados para os adeptos e para o clube", acrescentou.

O treinador português de 54 anos também se mostrou feliz por continuar em Manchester ainda mais tempo do que o previsto. "Agradeço aos donos do clube e ao senhor Woodward por reconhecerem o meu trabalho árduo e a minha dedição. Estou muito feliz por saber que eles confiam em mim enquanto treinador deste grande clube para o futuro próximo", disse o técnico do United, que ocupa atualmente a 2º posição da Premier League, 12 pontos atrás do Manchester City, à 24ª jornada.

"Já temos padrões muito elevados: ganhámos três troféus numa época, mas esses são os padrões que quero nas minhas equipas. Estamos a criar condições para que o Manchester United tenha um futuro brilhante", acrescentou, antes de concluir com agradecimentos.

"Quero agradecer ao meu staff e aos meus jogadores: sem a empatia e amizade deles isto não seria possível. Amo os meus jogadores e é um prazer saber que vamos estar juntos pelo menos nos próximos três anos. E também não posso deixar de agradecer aos adeptos por todo o apoio e por me fazerem sentir em casa tão depressa. Repito: ser treinador do Manchester United é uma honra diária e estou muito feliz."