Tribuna Expresso

Perfil

Futebol internacional

Lazio multada em 50 mil euros por autocolantes com imagem de Anne Frank

Os adeptos atiraram para o relvado várias imagens da jovem que morreu no Holocausto vestida com a camisola do rival dos 'laziale', a Roma

Lusa

GIANNI SCHICCHI/ Getty Images

Partilhar

A Lazio esta quinta-feira multada pela Federação Italiana de Futebol (FIGC) em 50 mil euros, devido ao uso de imagens de Anne Frank atiradas por adeptos para o relvado depois de um jogo.

No final da vitória caseira frente ao Cagliari, em 22 de outubro, os adeptos atiraram para o relvado várias imagens da jovem diarista, que morreu no Holocausto, colocada por cima de uma camisola do rival dos 'laziale', a Roma, no que a FIGC considerou uma ofensa antissemita.

O clube conseguiu, ainda assim, escapar a dois jogos em casa sem adeptos, uma vez que argumentou ter tomado todos os passos possíveis para evitar futuros incidentes.
A federação considerou que as ações foram levadas a cabo por um pequeno grupo de adeptos, depois das ações terem levado a muitas críticas.

No fim de semana seguinte, foram lidas passagens do diário de Anne Frank em todos os estádios italianos, foi observado um minuto de silêncio pelas vítimas do Holocausto, e os jogadores da Lazio, pelo qual atuam os portugueses Nani, Bruno Jordão e Pedro Neto, vestiram camisolas com a cara da jovem diarista.