Tribuna Expresso

Perfil

Futebol internacional

Governo grego suspende campeonato de futebol após presidente do PAOK ter entrado em campo com uma arma

A polícia graga já emitiu um mandato de captura para Ivan Savvidis e quatro guarda-costas que o acompanhavam. O presidente do clube de Salónica é procurado por violação de lei desportiva e não por ter entrado em campo armado, uma vez que possui licença de uso e porte de arma

Isabel Paulo e Lusa

O presidente do Paok, Ivan Savvidis, invadiu o campo com uma arma na cintura

STRINGER / AFP / Getty Images

Partilhar

O Governo grego decidiu esta segunda-feira, como medida cautelar, suspender o principal campeonato de futebol, após sucessivos incidentes de violência no último fim de semana, escalada que culminou este domingo com a invasão do relvado de adeptos e do presidente do PAOK de Salónica, armado, no fim do jogo com o AEK de Atenas.

“Decidimos suspender o campeonato”, afirmou o secretário de Estado do Desporto, Giorgos Vasiliadis, depois de uma reunião de emergência, acrescentando que a competição só será retomada “assim que esteja em vigor um novo quadro, acordado com todos”.

Vasiliadis explicou que o governo está em contacto com a UEFA, que ainda não se pronunciou sobre o assunto. No domingo, o presidente do PAOK, Ivan Savvidis, comnuma arma colocada à cintura, entrou em campo, já em tempo de descontos, depois de o árbitro ter anulado um golo que garantia o triunfo do PAOK e colocava a equipa na liderança da Superliga grega.

A polícia já emitiu um mandato de captura para Savvidis e contra os quatro guarda-costas que o acompanhavam. Segundo a polícia, Savvidis é procurado por violação de lei desportiva e não por ter entrado em campo armado, uma vez que possui licença de uso e porte de arma.

O presidente do PAOK, nascido na Georgia, tem dupla nacionalidade, russa e grega, tendo chegado à liderança do clube grego em 2012, depois de ter presidido na Rússia ao SKA Rostov. Segundo o jornal "Marca", Savvidis, de 58 anos, é um dos homens de negócios mais ricos da Rússia, próximo de Vladimir Putin e considerado o empresário mais poderoso de Salónica.

O principal acionista do PAOK integrou o exército soviético, trabalhou numa fábrica de tabaco antes de doutorar-se em Ciências Económicas. Desde 2012, Ivan Savvidis ocupa o cargo de presidente do Conselho de administração da holding 'Agrokom Group', fundada por si em 2004 e apoia financeiramente a Federação Internacional de Xadrez e a Federação de Bilhar da Rússia.