Tribuna Expresso

Perfil

Futebol internacional

A fúria do presidente do Olympiacos: dispensou o plantel, que “só pensa em belas casas e carros”, e quer jogar com os jovens

Evangelos Marinakis é conhecido pela sua impaciência, mas agora atingiu um novo limite: dispensou todo o plantel do Olympiacos até ao final da temporada e ainda diz que vai multar os jogadores - incluindo o português André Martins - em €400 mil

Hugo Miguel Ferreira

O presidente do Olympiacos, Evangelos Marinakis

Vladimir Rys Photography

Partilhar

Depois de já ter despedido dois treinadores esta época (o marroquino Besnik Hasi e o grego Takis Lemonis), o presidente do Olympiakos parece finalmente ter encontrado os verdadeiros responsáveis pelos maus resultados: os jogadores.

Evangelos Marinakis não perdoou a sua equipa após o empate com o Levadiakos, atual 10º classificado da Liga grega, e disparou em direção aos jogadores, numa conversa que deixou o balneário e acabou divulgada pela imprensa local.

“Vou reconstruir o Olympiacos de uma ponta a outra, será a equipa com que sonhámos. Eu e o resto dos adeptos já vos tolerámos o suficiente: vão-se embora hoje e vão de férias”, disse o presidente à equipa liderada pelo espanhol Óscar Garcia.

Contactado pela Tribuna Expresso, Dimitris Vergos, jornalista do desportivo grego Gazzetta.gr, confirmou o que tem sido noticiado, acrescentando que o presidente ameaçou mesmo os jogadores com uma multa de €400 mil euros, pela falta de dedicação e maus resultados.

E também disse que iria utilizar jogadores das camadas jovens nas jornadas que faltam para o encerramento do campeonato: “Eles amam o Olympiakos e os adeptos muito mais do que vocês”.

André Martins está a cumprir a sua segunda época no Olympiacos

André Martins está a cumprir a sua segunda época no Olympiacos

Anadolu Agency

Na equipa grega alinha o português André Martins, que também foi convidado a ir “de férias” pelo presidente. Contactada pela Tribuna Expresso, a ProEleven, agência do jogador, confirmou a situação caricata, mas garantiu que o jogador se manterá na Grécia a treinar, mesmo não sendo utilizado nos jogos.

Fonte da agência atribuiu este tipo de situações ao quotidiano do futebol grego, em que tudo pode mudar de um dia para o outro. O médio, ex-Sporting, tem contrato por mais uma temporada com os gregos.

O Olympiakos é hepta campeão da Grécia e encontra-se em segundo lugar da tabela, a três pontos do primeiro classificado - o AEK de Atenas, que tem menos um jogo e que não é campeão desde 1993/94 - numa altura em que faltam quatro jornadas para o fim do campeonato.