Tribuna Expresso

Perfil

Futebol internacional

UEFA instaura processo disciplinar ao Liverpool

A UEFA anunciou hoje ter aberto um processo disciplinar ao Liverpool, na sequência do arremesso de objetos contra o autocarro do Manchester City, antes do jogo entre as duas equipas para os quartos de final da Liga dos Campeões

Lusa

Partilhar

Antes do jogo, que terminou com uma vitória por 3-0 para a equipa da casa, vários adeptos atiraram garrafas, latas e outros objetos contra o autocarro dos 'citizens', no qual viajava o português Bernardo Silva, que atravessou uma atmosfera de fumo vermelho provocado por outros adeptos do Liverpool e acabou por entrar no estádio de Anfield com as janelas danificadas.

Segundo a UEFA, os 'reds' enfrentam quatro acusações, uma relativa à detonação de objetos pirotécnicos, outra pelo arremesso de objetos, uma outra por danificação material e uma quarta acusação por perturbação em massa.

"O caso será analisado pelo Comité de Controlo, Ética e Disciplina da UEFA, no dia 31 de maio", apontou o organismo de cúpula do futebol europeu, o que significa que quaisquer sanções a serem aplicadas só terão efeito na próxima temporada.

Em comunicado, o Liverpool pediu desculpa pelo sucedido e disse "condenar nos termos mais fortes possíveis as cenas que precederam o jogo", destacando um comportamento "totalmente inaceitável" e mostrando-se disponível para cooperar com as autoridades inglesas.