Tribuna Expresso

Perfil

Futebol internacional

Mourinho estraga a festa de campeão do Manchester City

O Manchester City podia sagrar-se campeão inglês perante o rival United, mas a equipa de Mourinho puxou dos galões e não o permitiu, ao vencer por 3-2, no Etihad

Expresso

A satisfação de José Mourinho

Nick Potts - PA Images

Partilhar

José Mourinho, o bombo da festa? Nem pensar. O Manchester City tinha tudo para se sagrar campeão inglês esta tarde, na sua própria casa, mas o rival United não o permitiu, ao vencer por 3-2.

A 1ª parte até correu às mil maravilhas para a equipa de Pep Guardiola, que dominou e ficou em vantagem por 2-0, com golos de Kompany, aos 25 minutos, e Gundogan, aos 30 minutos.

Contudo, na 2ª parte, só deu Manchester United: aos 53', Paul Pogba fez o 2-1 e, apenas dois minutos depois, o 2-2. Aos 69', Chris Smalling assinou a reviravolta final: 3-2.

Smalling e Pogba, os homens dos golos do United perante o City

Smalling e Pogba, os homens dos golos do United perante o City

Michael Regan/Getty

Quando faltam cinco jogos para o final do campeonato, a vitória não vale nenhum título, mas, no final, os jogadores do United festejaram efusivamente, com orgulho.

"Sabíamos que a 1ª parte não tinha sido boa e Mourinho disse-nos, ao intervalo, que não íamos ser os palhaços na festa deles", disse, no final, Smalling.

Ainda assim, o mais provável é que o City se sagre campeão, uma vez que lidera a Premier League com 84 pontos, mais treze do que o United, que cimentou o 2º posto - tem mais quatro pontos do que o Liverpool.