Tribuna Expresso

Perfil

Futebol internacional

Agredido durante um jogo, treinador do Besiktas já teve alta hospitalar (com vídeo)

O treinador do Besiktas, Senol Günes, teve esta sexta-feira alta hospitalar, depois de na quinta-feira ter sido atingido na cabeça por um objeto arremessado durante um jogo em casa do Fenerbahçe, para a Taça da Turquia de futebol

Lusa e Expresso

Partilhar

Senol Günes, de 65 anos, foi atingido na cabeça por um isqueiro - de acordo com os órgãos de comunicação turcos - durante desacatos junto ao banco do Besiktas, aos 56 minutos, com o resultado a 0-0, entre jogadores suplentes e o público.

Nessa altura, o Besiktas já atuava com menos um jogador, por expulsão do internacional português Pepe, que viu o cartão vermelho direto ainda durante a primeira parte, por uma entrada muita dura sobre um adversário. Ricardo Quaresma também foi titular nos campeões turcos.

Após o incidente no jogo da segunda mão das meias-finais da Taça da Turquia, o árbitro da partida ordenou aos jogadores para recolherem ao balneário e, minutos depois, suspendeu mesmo o encontro, por falta de condições no estádio.

Senol Günes, que foi suturado com cinco pontos na cabeça ainda no balneário do estádio, passou a noite sob observação num hospital e teve alta ao início da manhã. Segundo a agência de notícias turca Dogan, o seu estado de saúde é bom.

Segundo a comunicação social turca, cerca de 30 pessoas foram presas após o jogo. A maioria foi libertada, mas o suspeito do arremesso do objeto encontra-se sob custódia, refere ainda a agência estatal Dogan.
Na primeira mão, as duas equipas de Istambul tinham empatado a dois golos.

Lusa

Murad Sezer