Tribuna Expresso

Perfil

Futebol internacional

Unai Emery diz adeus ao PSG: “Já disse aos jogadores, a Antero e ao presidente que acabou. Agradeço a todos”

O treinador espanhol anunciou esta sexta-feira que não vai continuar em Paris na próxima época, apesar de se ter sagrado campeão (com 20 pontos de avanço sobre o Mónaco, 2º classificado)

Expresso

Unai Emery estava no PSG desde 2016/17

CHARLY TRIBALLEAU/GETTY

Partilhar

Já era esperado e agora está confirmado: Unai Emery não vai continuar como treinador do PSG. Foi o próprio técnico espanhol quem o anunciou, em conferência de imprensa, esta sexta-feira, já depois de também ter informado os jogadores do clube, no treino.

"Já disse aos jogadores, a Antero [Henrique, diretor desportivo] e ao presidente [Nasser Al-Khelaifi] que acabou. Agradeço a todos eles e aos adeptos por estas duas épocas. Resta-nos a final da Taça de França”, disse o treinador de 46 anos, na antevisão do PSG-Guingamp, jogo da 35ª jornada da Liga francesa (domingo, 20h, SportTV3).

"O PSG tem um projeto sólido e acredito que Neymar vai continuar a crescer com o clube", acrescentou, quando questionado sobre o futuro do campeão francês.

Em 2016/17, o PSG de Emery conquistou a Taça de França e aTaça da Liga, mas perdeu o campeonato para o Mónaco de Leonardo Jardim.

Já esta época, os parisienses - depois de muito investimento, incluindo a compra de Neymar - conseguiram conquistar o título nacional, assim como a Taça da Liga (a final da Taça de França ainda não foi disputada), mas tiveram uma prestação infeliz na Liga dos Campeões (eliminados nos oitavos-de-final pelo Real Madrid), o que precipitou a saída do treinador.

Antes de chegar ao PSG, Emery treinou o Sevilha durante quatro épocas, onde conquistou três edições da Liga Europa (uma delas, em 2013/14, contra o Benfica).