Tribuna Expresso

Perfil

Futebol internacional

Fernando Santos. “O importante é que os 23 estão prontos para o Mundial”

Portugal venceu a Argélia por 3-0 no último jogo de preparação para o Mundial. O selecionador nacional diz que o jogo teve “coisas boas”, mas ainda “há muito para melhorar”

Maria João Bourbon

RAFAEL MARCHANTE / REUTERS

Partilhar

No rescaldo do último jogo de preparação de Portugal para o campeonato do mundo que vai decorrer na Rússia, Fernando Santos diz que o jogo da seleção nacional frente à Argélia oscilou entre aspetos mais e menos “interessantes”. “Houve coisas boas, mas há muito para melhorar”, realçou.

“Entrámos muito bem nos primeiros 20 a 25 minutos, a equipa compacta, e fizemos com que a equipa da Argélia parecesse pior do que é”, afirma o selecionador nacional. “Se Mahrez, Brahimi e Slimani não brilharam foi muito por mérito da minha equipa.”

A partir dos 25 minutos, segundo explica, o ritmo do jogo diminuiu. “O que é normal, os jogadores não são máquinas”, atira. Melhorou a partir dos 35 minutos e até aos 70 minutos, depois o ritmo voltou a baixar. “Sabemos que o espetáculo nem sempre é bom, mas é normal”, justifica.

Embora reconheça que Portugal está “longe de estar no degrau” certo para o jogo frente à Espanha, o primeiro encontro que tem no Mundial já no dia 15, sublinha que esse é o estado normal de todas as equipas. “É normal que ainda haja algumas coisas para corrigir e é com o campeonato que vamos crescer”, explica, acrescentando: “O importante é que os 23 estão prontos para o Mundial”.

“Um excelente prenúncio”

Portugal venceu a Argélia por 3-0 naquele que é o último jogo de preparação para o Mundial que decorre na Rússia a partir de dia 15. “Um excelente prenúncio”, nas palavras do primeiro-ministro António Costa. “O jogo deu confiança para este campeonato.”

Também os jogadores estão otimistas. “As exibições nunca são perfeitas, mas fizemos o que o mister nos disse e estamos a dar o nosso melhor para o Mundial”, afirmou Gonçalo Guedes, que marcou dois golos. “É sempre bom marcar golos e ajudar a equipa”, reconhece, sem deixar de sublinhar “o bom jogo” da seleção.

Também Bruno Fernandes, que marcou o primeiro golo pela seleção nacional, destaca “o bom jogo” frente à Argélia. “Entrámos bem no jogo, fortes, mostrámos que queríamos ganhar”, aponta. “Estou muito feliz com o meu primeiro golo pela seleção.”