Tribuna Expresso

Perfil

Futebol nacional

Nuno Espírito Santo insiste: plantel do Porto dá garantias

Para o treinador do Futebol Clube do Porto, a chave da vitória por 3-0 este sábado, contra o Guimarães, foi o inconformismo da equipa. Olhando em frente, o técnico considera que os jogadores que tem lhe dão garantias

Expresso

Comentários

JOSÉ COELHO / LUSA

Partilhar

O treinador do Futebol Clube do Porto, Nuno Espírito Santo, reiterou este sábado, após a vitória por 3-0 sobre o Vitória de Guimarães, que o conjunto de jogadores à sua disposição dá todas as garantias para que a equipa persiga o objetivo de ser campeão nacional nesta temporada.

Questionado na “flash interview” da Sportv sobre as opções táticas desta partida, Nuno Espírito Santo respondeu que o mais importante para si é ter “a capacidade de ser versáteis”. O técnico portista garante sentir-se confortável com a equipa que orienta. “Temos um plantel que me dá garantias”, afirmou.

Na análise ao jogo deste sábado Nuno Espírito Santo concluiu que a chave do bom resultado foi “o inconformismo da equipa”, notando que o Porto fez “uma boa primeira parte”, em que conseguiu ser dominador.

Nuno admitiu também que os dragões tiveram a vida facilitada ao conseguir ampliar a vantagem para 2-0 logo no início da segunda parte. Agradecendo o apoio dos adeptos, o treinador do Futebol Clube do Porto espera que os próximos jogos em casa continuem a correr de feição. “Pretendemos fazer do Dragão um estádio muito difícil para o rival”, afirmou.

Pedro Martins: “um murro no estômago”

Para o treinador do Vitória de Guimarães, Pedro Martins, a derrota no Dragão foi “um murro no estômago”, com uma diferença no marcador que não refletiu o esforço da sua equipa para jogar de igual para igual contra o Futebol Clube do Porto.

“A primeira parte é intensa, bem disputada, com uma velocidade muito boa”, comentou Pedro Martins, acrescentando que “o jogo foi muito aberto, dinâmico e equilibrado”. Mas o golo sofrido logo no arranque do segundo tempo desequilibrou a partida.

“Fizemos tudo e mais alguma coisa para sair daqui com outro resultado, mas não conseguimos”, lamentou o treinador do Vitória de Guimarães. Que agradeceu o apoio aos adeptos que se deslocaram ao Estádio do Dragão.

“Prometi uma equipa com identidade e foi isso que fizemos”, concluiu o técnico do Vitória.

  • Depoitre: Ceci n'est pas un flop

    FC Porto

    O FC Porto ganhou ao Vitória de Guimarães (3-0) num jogo em que Nuno Espírito Santo mudou as coisas e fez alinhar dois pontas-de-lança no início. E resultou, com a ajuda do belga Depoitre que é mais do que parece

  • Em direto: FC Porto 3- 0 V. Guimarães (final)

    FC Porto

    Os últimos dias não têm sido fáceis no Dragão, pelo que uma vitória frente a um adversário difícil poderá dar um fôlego diferente numa semana que antecede o arranque da Champions. Ivan Marcano, Oliver Torres e João Aurélio (autogolo) fizeram os golos que deram a vantagem aos portistas. Agora, venha o Copenhaga