Tribuna Expresso

Perfil

Futebol nacional

Erwin Sánchez abandona Boavista

Dois dias após a derrota com o Belenenses, Erwin Sánchez abandonou o cargo de treinador da equipa do Bessa. A decisão foi aceite pela administração da Boavista SAD, agastada com as críticas de Sánchez aos adeptos no final do jogo a contar para a Taça da Liga

Isabel Paulo

Erwin Sanchéz tem 46 anos e estava no Boavista desde a época passada

José Coelho/Lusa

Partilhar

Dez meses depois de ter regressado ao Bessa, o boliviano Erwin Sánchez decidiu, esta segunda-feira, colocar um ponto final na sua ligação aos axadrezados, decisão aceite pela administração da SAD.

Na página do Facebook do clube, os responsáveis do clube avançam que “entenderam as partes que esta seria a melhor solução para a defesa dos interesses da Instituição Boavista”, agradecendo a Erwin Sánchez o trabalho desenvolvido como treinador.

Depois de quatro derrotas nos últimos cinco jogos, a crispação da massa associativa subiu de tom, criticando o estilo de jogo da equipa, contestação que voltou a acontecer na derrota caseira com o Belenenses (1-0), no passado sábado.

O técnico boliviano mostrou-se desagradado com os remoques dos adeptos, mas, apesar de admitir que a equipa peca por falta eficácia, frisou que tudo tinha feito para dar os resultados que os adeptos querem.

“Nós trabalhámos toda a semana, não andámos a brincar com o nosso trabalho”, desabafou. Os reparos de Sánchez aos 'panteras' não terão caído bem junto da administração da SAD, que considera que a massa associativa continua a ser a grande força do clube. Segundo o JN, Sánchez ter-se-á recusado a reunir com a direção, situação que ajudou a precipitar o pedido de rescisão.

A equipa boavisteira segue em 13º lugar da I Liga, com oito pontos, três apenas acima da linha de descida. O próximo desafio é já no sábado, frente à União de Leiria, para a Taça de Portugal.

A saída do treinador que em dezembro sucedeu a Petit no banco surge num momento delicado para o clube, depois de há quatro dias João Loureiro ter anunciado a sua saída da SAD por “razões de saúde e de natureza institucional”. O cargo do presidente do Boavista na SAD vai ser ocupado pelo administrador Vítor Murta.

O Expresso tentou contactar João Loureiro, sem sucesso.

  • “Platini dos Andes” de volta ao Bessa

    Tribuna

    Erwin Sánchez está de regresso a um lugar onde já foi feliz. Campeão nacional pelo Benfica em 1991 e dez anos depois pelo Boavista, o Platini da Bolívia é o sucessor de Petit na liderança da equipa axadrezada, lugar que já ocupou entre 2013 e 2014