Tribuna Expresso

Perfil

Futebol nacional

A dignidade na derrota do capitão do Gafanha

Maurício admitiu que o FC Porto foi melhor do que o Gafanha, por isso saiu vitorioso (3-0). Mas...

Expresso

Maurício a tentar roubar a bola a Herrera

PAULO NOVAIS/Lusa

Partilhar

O capitão do Gafanha, Maurício, era o rosto da tranquilidade do Gafanha no final do jogo. É que o líder da série D do Campeonato de Portugal não podia fazer mais do que fez, explicou: “Saio triste pela derrota mas o Porto foi melhor, teve mais intensidade, criou mais e mereceu a vitória”.

Para Maurício, o Gafanha ainda podia ter aproveitado as ocasiões de golo que teve, mas faltou eficácia. “Criámos lances, mas infelizmente o golo não saiu. Paciência”, lamentou.

“Tentámos manter a nossa identidade mas o Porto marcou em cima e não deixou. Estivemos bem e concentrados, mas infelizmente o resultado não aconteceu”, concluiu.