Tribuna Expresso

Perfil

Futebol nacional

“O Porto apresentou-se com todas as suas pedras”, lamentou o treinador do Gafanha

Apesar da derrota com o FC Porto (0-3), Nuno Pedro era um treinador orgulhoso no final da partida

PAULO NOVAIS/Lusa

Partilhar

Há derrotas que valem por vitórias? Quase, explica o treinador do Gafanha. “Sinto-me orgulhoso do que os meus jogadores fizeram. Não há vitórias morais, mas acho que estiveram à altura do jogo, com caráter, e sempre que pudemos saímos com algum perigo para o ataque”, disse Nuno Pedro na flash interview após o jogo.

O técnico do Gafanha ressalva o “respeito” que o FC Porto teve pelo opositor, atual líder da série D do Campeonato de Portugal. “Como é óbvio o Porto teve a iniciativa e apresentou-se com todas as suas pedras, praticamente o mesmo onze do jogo anterior. O Gafanha foi observado nos dois jogos anteriores e isso demonstra o respeito que o Porto tinha”, explicou.

“Fomos uma equipa competente e conseguimos na 1ª parte minimizar ao máximo o ascendente do Porto, mas chegou uma altura em que ficou complicado e o Porto mostrou o seu poderio”, lamentou Nuno Pedro.

“Em todos os jogos que tivemos até aqui o plano foi o contrário: jogar em ataque continuado e em linhas bastante subidas. Hoje inverteu-se o sentido e a equipa não está habituada a jogar desta maneira”, garantiu. “Mas é um crescimento para a equipa e uma alegria para os jogadores jogarem nestes palcos”.