Tribuna Expresso

Perfil

Futebol nacional

José Couceiro: “O próximo jogo contra o Sporting tem características completamente diferentes”

O treinador do Vitória não esconde que a sua equipa foi inferior à do Sporting, mas garante que isso não é regra e que no próximo encontro será diferente

Expresso

MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

Partilhar

O treinador do Vitória de Setúbal, José Couceiro, que este sábado perdeu por 2-0 contra o Sporting, não tem dúvidas de que a equipa de Jorge Jesus foi mais forte e que o golo marcado logo aos seis minutos, teve influência no resto do encontro. Contudo, garante que no próximo jogo com os verdes e brancos tudo pode ser diferente.

"Acho que o Vitória não fez uma boa primeira parte e que o Sporting foi claramente mais forte e imprimiu um ritmo que tivemos dificuldade em acompanhar. Fizemos uma primeira parte em que não estivemos bem e em que o Sporting esteve bem", disse à Sport TV no final do jogo.

E acrescenta: "Os dois golos são de bola parada e sabemos que o Sporting é muito forte neste tipo de lances. O primeiro golo é muito cedo, aos cinco minutos, e isso também teve influência no nosso comportamento. Ao intervalo mantiveram-se os jogadores e a verdade é que fizemos uma segunda parte melhor, mas o Sporting é mais poderoso e nós não conseguimos fazer aquilo que devíamos, que era fazer um golo. Se o tivessemos feito, o jogo ganhava logo contornos diferentes".

Couceiro garante que o facto de ter perdido este jogo não quer dizer que o V. Setúbal seja uma equipa mais fraca. "O próximo contra o Sporting é para a Taça e tem características completamente diferentes deste. Ainda por cima o relvado hoje estava mais rápido, muito mais que o nosso, e viu-se que a equipa só se habituou a isso mais tarde".

Sobre os golos anulados ao Sporting, Couceiro disse: "No primeiro lance, que é na baliza onde eu estou e consigo ver, penso que há falta clara sobre o Fábio Cardoso e acho que a decisão é correcta. No segundo, não sei, não vou fazer nenhum comentário".