Tribuna Expresso

Perfil

Futebol nacional

O jogo que os jogadores do Real vão “levar para o resto das carreiras”

Matheus Costa, médio do Real Sport Clube de Massamá, que lidera a Série G do Campeonato Nacional de Seniores, disse que a equipa aguentou o ritmo do Benfica “até ao máximo”

Expresso

TIAGO PETINGA/LUSA

Partilhar

O ritmo que o Real não aguentou

"Não foi o resultado que queríamos, mas tenho de exaltar a minha equipa. Aguentámos ao máximo. O Benfica é um dos maiores de Portugal, impôs o ritmo deles e nós não aguentámos, mas temos de levantar a cabeça, porque mostrámos que temos qualidade".

E a partida que eles não vão esquecer

"Acho que a qualidade individual deles é melhor, senão não estariam lá. Eles impuseram o ritmo deles, demos o nosso máximo, mas infelizmente não deu. É um jogo para levar para o resto das nossas carreiras. O nosso objetivo é o campeonato e subir de divisão".

"Mostrámos que há muita qualidade no nosso escalão. Demos o nosso máximo, tínhamos menos pressão e mostramos aqui que somos fortes".