Tribuna Expresso

Perfil

Futebol nacional

Tarantini e o estilo do Benfica: "Não valoriza o futebol. Queremos futebol mais bonito, com mais golos"

O jogador do Rio Ave assumiu que a sua equipa não entrou bem em campo, mas deixou críticas à forma de jogar dos encarnados

Expresso

Comentários

FRANCISCO LEONG

Partilhar

Tarantini é uma espécie de guia espiritual desta equipa, porque é um dos históricos do clube e também um dos que tem o discurso mais articulado. Isto foi o que ele disse à BTV no final do jogo.

Entrar mal

"Os primeiros 15 minutos marcaram a diferença, depois veio o melhor do Rio Ave. Depois na segunda parte, o Rio Ave bateu-se de igual com o Benfica, mas o resultado estava feito. Há que valorizar o que fizemos. Fizemos um jogo de entreajuda, mas aqueles primeiros 15 minutos foram fundamentais para sair daqui com este resultado. Não procuramos recordes, procuramos somar pontos para o nosso objetivo. Sabemos que era difícil mas fomos atrás. Não diria que o Benfica entrou forte, mas nós não entrámos da forma que queríamos e isso ditou o resultado".

Jogar mal?

"Depois disso, o jogo ficou pior porque o Benfica controlou. Ficam preocupados quando as equipas ditas pequenas gerem assim o jogo, mas o Benfica fez isso e não valoriza nada o futebol. Não é este o futebol que queremos apresentar. Queremos futebol mais bonito, com mais golos. Continuamos a trabalhar e há que valorizar o que fizemos hoje depois do 2-0".