Tribuna Expresso

Perfil

Futebol nacional

PSP tomará medidas adicionais de proteção aos árbitros

Polícia de Segurança Pública e Federação Portuguesa de Futebol reuniram-se esta tarde e a PSP garante que serão “efetuadas avaliações de risco com as restantes forças e serviços de segurança”, na sequência das críticas e às alegadas ameaças aos árbitros que marcaram a semana

Expresso

MIGUEL A. LOPES/LUSA

Partilhar

A Polícia de Segurança Pública (PSP) vai analisar novas medidas de segurança “em função da situação geral e da situação concreta de cada árbitro ou de cada equipa de arbitragem”. A decisão foi confirmada esta tarde, após uma reunião com a Federação Portuguesa de Futebol, nomeadamente com o presidente do Conselho de Arbitragem, José Fontelas Gomes.

A PSP sublinhou que serão “efetuadas avaliações de risco com as restantes forças e serviços de segurança”, frisando, no entanto, que “não revelará publicamente” as medidas de segurança adicionais que poderão ser tomadas. “A PSP vai continuar a acompanhar com permanência a segurança relativa a todos os agentes desportivos, designadamente a segurança das equipas de arbitragem, de forma a garantir que todos tenham condições para exercer livremente as suas funções”.

José Fontelas Gomes, por seu turno, diz que os árbitros estão “tranquilos” e que Artur Soares Dias tem condições para arbitrar o encontro entre o Paços de Ferreira e o FC Porto, depois de ter sido alegadamente ameaçado por elementos da claque Super Dragões, ontem, no Centro de Treino da Maia.

“As condições de segurança estão garantidas e estamos tranquilos, nomeadamente com a questão da segurança das famílias dos árbitros, que nos preocupava”, frisou o presidente do Conselho de Arbitragem. "Estamos plenamente confortáveis com aquilo que foi decidido nesta reunião. Satisfaz-nos o plano que foi traçado", disse ainda.

Fontelas Gomes sublinhou ainda que "os árbitros não têm medo". "Querem é que as suas famílias estejam seguras, querem estar confortáveis quando vão para um campo de futebol e arbitrar o melhor possível", rematou.

Partilhar