Tribuna Expresso

Perfil

Futebol nacional

Vitórias, traumas, aflições e insultos em forma de graffiti: eis o fim de semana desportivo

Benfica, Real Madrid e Marco Silva triunfantes, portistas zangados e Dakar molhado. Eis os temas que marcaram o fim de semana desportivo

Alexandra Simões de Abreu

FRANCISCO LEONG

Partilhar

1. Benfica continua a fugir

As águias continuam a cimentar a liderança no campeonato, após mais uma vitória este fim de semana, 2-0 frente ao V. Guimarães. De regresso à titularidade na Liga, Jonas foi decisivo: inaugurou o marcador, aos 19 minutos, e assistiu Mitroglou no segundo golo, aos 42 minutos. O FC Porto empatou a zero com o Paços de Ferreira e está agora a seis pontos do líder, enquanto o Sporting, que venceu o Feirense por 2-1, continua a oito pontos.

2. O susto de Adrien e os graffiti no Porto

Ainda decorria a primeira parte em Alvalade quando Adrien Silva sofreu um traumatismo na coluna cervical, após ter sofrido uma pancada na cabeça num lance com Luís Aurélio. O médio do Sporting foi encaminhado para o hospital, mas segundo informou o Sporting após o jogo, tudo não passou de um susto. Já o empate a zero com o Paços Ferreira deixou os adeptos do FC Porto ainda mais nervosos e furiosos, depois de uma semana marcada pelas críticas à arbitragem. Depois do encontro, a fachada do escritório da sociedade de Adelino Caldeira, um restaurante adquirido por Alexandre Pinto da Costa e a casa de Fernando Madureira, líder dos Super Dragões, foram vandalizados com frases de descontentamento sobre o atual momento do clube. No escritório do administrador da FC Porto SAD escreveram “Abutres e comissionistas associados” e “Depoitre é a culpa do Ferrari vermelho?”, enquanto no restaurante lia-se na montra: “Aqui se cozinha o polvo à la comissão” e “Alexandre traidor”. Na casa de Madureira lia-se “Acorda Super Dragão” e “mamão”.

3. Estreia triunfante de Marco Silva

Shaun Botterill

Marco Silva venceu o primeiro jogo no comando do Hull City. A vitória por 2-0 sobre o Swansea permite-lhe seguir em frente na Taça de Inglaterra. Os golos só surgiram na segunda parte, por Abel Hernandez e Josh Tymon. Na próxima terça-feira, vai haver duelo de portugueses: o Hull City vai defrontar o Manchester United de José Mourinho, em partida da primeira mão das meias-finais da Taça da Liga Inglesa.

4. Barcelona aflito e Real à vontade

Três dias depois de perder com o Athletic Bilbau para a Taça do Rei, o Barcelona esteve perto de sofrer a terceira derrota no campeonato espanhol. Valeu Lionel Messi que, em cima dos 90 minutos, salvou o “Barça”, ao fazer o golo do empate frente ao Villarreal (1-1). Já o Real Madrid goleou o Granada por 5-0. Com esta vitória, que contou com um golo de Cristiano Ronaldo, o Real igualou o recorde de 39 jogos sem perder, da versão do Barcelona de 2015/16. Antes do jogo, Cristiano Ronaldo recebeu das mãos de Francisco Gento a sua quarta Bola de Ouro, presenciada por Raymond Kopa, Michael Owen, Luis Figo, Ronaldo e Zinedine Zidane, e dedicou-a aos adeptos do Real Madrid.

5. Chuvas atrapalham Dakar

As fortes chuvas que caem na Bolívia levaram a organização do Dakar a encurtar a quinta etapa, entre Tupiza e Oruro, na sexta-feira, e a cancelar a sexta, entre Oruro e La Paz, no sábado. No domingo, a sétima etapa, que deveria ligar La Paz a Uyuni, fo encurtada de 322 para 161 quilómetros, com as ligações a serem consideravelmente maiores do que previsto. Nesta altura o melhor português nas motos é Paulo Gonçalves (10ª), seguido de Joaquim Rodrigues (11º), Hélder Rodrigues (13º) e Mário Patrão (20º).