Tribuna Expresso

Perfil

Futebol nacional

Pedro Martins: "Sofremos o golo e nunca mais ficámos confortáveis no jogo"

Treinador do V. Guimarães reconhece superioridade do Benfica, que venceu no D. Afonso Henriques por 2-0, apurando-se para as meias-finais da Taça da Liga

Expresso

ESTELA SILVA/LUSA

Partilhar

Mudanças sem influência na derrota

"Não pelas mudanças que perdemos. Foi porque encontrámos um adversário forte, inspirado. Tem um plantel riquíssimo, de qualidade. Nos momentos certos também tivemos as nossas oportunidades, mas sofremos o golo e nunca mais ficámos confortáveis no jogo. E uma equipa que defronta um Benfica forte e que necessite de ganhar e se vê a perder 1-0... as coisas complicam-se. Foi isso que aconteceu. As primeiras oportunidades creio que foram três para cada golo, mas depois eles marcaram e tornou-se muito mais complicado. Depois, nos últimos 30 minutos da primeira parte, o Benfica esteve muito forte e geriu na segunda parte. Tentámos, mas é difícil. Como deve calcular, a perder 2-0, e a ter necessidade de vencer, não conseguimos porque o Benfica tem jogadores experientes e controlou. É uma vitória justa, mas nós tudo fizemos para sair de cabeça erguida. Lutámos e fomos briosos até final".

Pensar no campeonato

"Nós continuamos da mesma forma. Hoje jogamos contra um adversário forte, um candidato ao título, que quando está bem cria muitas dificuldades a qualquer adversário. Agora temos de limpar a cabeça, temos no sábado um jogo do nosso campeonato e temos as baterias apontadas a isso".