Tribuna Expresso

Perfil

Futebol nacional

Sem treinador, sem Semedo, sem vitórias, sem títulos? (quatro pontos para seguir o Chaves-Sporting)

O Chaves-Sporting para a Taça de Portugal joga-se daqui a duas horas e estão aqui algumas dicas para o seguir com atenção

Expresso

PATRICIA DE MELO MOREIRA

Partilhar

O jogo seguinte é sempre o mais importante, mas desconfiamos que nenhum jogo seguinte será tão importante para o Sporting como o que acontece daqui a duas horas. Porquê? Por tudo. O ambiente está tenso, há notícias que sugerem crispação entre o presidente e os jogadores, há uma oposição que se tenta posicionar, e a frustração natural de quem esperava mais e melhor.

Eis alguns pontos para acompanhar o Chaves-Sporting de hoje - o de sábado, para o campeonato, resultou num empate (2-2).

Sem treinador

Jorge Jesus irá cumprir o segundo jogo de castigo e por isso não estará no banco de suplentes a orientar a equipa. É provável que veja o jogo das bancadas, protegido do frio, com um walkie-talkie na mão a dar instruçoes a Raul José, que já prometeu mais e melhor. “Vai ser um jogo difícil, tal como foi o anterior. Queremos ser mais homogéneos durante os 90 minutos, principalmente nos aspectos em que não estivemos tão bem. Penso que o vamos conseguir”. No fim de semana, o Sporting deixou-se empatar nos instantes finais (2-2).

Sem Semedo

Rúben Semedo andou lesionado, recuperou, foi titular em Chaves e acabou expulso. É por isso que o jovem defesa deve dar o lugar a Paulo Oliveira no centro da defesa leonina, ao lado de Coates, com Esgaio, Rui Patrício e Jefferson a completar o ramalhete.

Sem vitórias

Sabe quantas vitórias tem o Sporting em Chaves em 15 jogos oficiais? Três. Um (2-0, a 8 de novembro de 1992), dois (2-1, a 7 de janeiro de 1995), três (3-1, a 2 de dezembro de 1995). De resto, são oito empates e quatro derrotas. Para cima do Marão, empatam os que lá estão.

Sem títulos?

A época não corre bem em Alvalade e pode piorar substancialmente - e definitivamente - se o Sporting for afastado da Taça de Portugal. Porque o Benfica está a oito pontos e essa é uma distância considerável a meio de uma temporada. E porque o Sporting já caiu Taça da Liga, a Liga dos Campeões e Liga Europa.