Tribuna Expresso

Perfil

Futebol nacional

5 momentos do fim de semana desportivo para abrir a boca de espanto

Sábado há bola e ténis, domingo também, e tudo o que precisa de saber sobre o fim de semana desportivo está aqui

Mariana Cabral

Roger Federer e Rafael Nadal, em Roland Garros, em 2005

Clive Mason/Getty

Partilhar

1. Open da Austrália. Em 2017, finais de 2008

Antes do Moreirense-Benfica (sim, isto tem a ver com o Open da Austrália), Augusto Inácio disse (AQUI) que uma vitória da sua equipa deixaria todos "a abrir a boca de espanto", pronunciando um valente "uau". É certo que a derrota do Benfica na Taça da Liga (já lá vamos) foi surpreendente, mas nada comparável ao que acontece(u) no Open da Austrália em ténis.

Em 2017, vamos ter finais de (Wimbledon) 2008. É como aquela hashtag do Instagram: #throwback. E é preciso ir bem lá atrás para recordar a imensa história das manas Williams - mais precisamente a 1998, como pode recordar AQUI - e dos rivais Roger Federer e Rafa Nadal - todos trintões que estão bem longe de estarem acabados (Venus 36 anos, Serena 35, Federer 35 e Nadal 30).

O segredo? "Ser feliz a jogar", diz Federer. E nós vamos ser felizes a vê-los jogar: sábado, às 8h30 (Eurosport), a final feminina; domingo, às 8h30 (Eurosport), a final masculina. Vale a pena madrugar para ver história a acontecer.

2. Liga portuguesa. Missão: assustar o Benfica (e acalmar os adeptos)

Luís Forra/Lusa

A 19ª jornada da Liga NOS começa já esta noite, com o Boavista-Belenenses (20h30, SportTV1), mas os jogos mais picantes estão marcados para sábado: Estoril-FC Porto (18h15, SportTV) e Sporting-Paços de Ferreira (20h30, SportTV1).

O FC Porto tem a hipótese de ficar (provisoriamente) a um ponto do líder, caso vença no Estoril - que tem sido uma das desilusões do campeonato, em 16º -, e Nuno Espírito Santo já disse que o objetivo é "pressionar" o Benfica (AQUI).

Já o Sporting está bem longe do 1º lugar (dez pontos atrás) e precisa de voltar às vitórias para sossegar a crise de resultados: nos últimos três jogos, dois empates, com Marítimo e Chaves (para a Liga), e uma derrota, com o mesmo Chaves (para a Taça de Portugal). O Paços de Ferreira de Vasco Seabra segue em 15º, mas roubou recentemente pontos ao FC Porto (0-0).

Quanto ao Benfica, joga apenas na segunda-feira, em Setúbal (20h, SportTV1), e precisa de se refazer da derrota surpreendente perante o Moreirense (AQUI) e, mais ainda, do buraco defensivo (volta, Fejsa?): oito golos sofridos em quatro jogos.

3. Taça da Liga. A Taça dos pequenos

Augusto Inácio já o tinha dito: o formato da Taça da Liga está mesmo a pedir uma final entre grandes, uma vez que eles não se podem defrontar até às meias-finais da competição. É por isso que a final entre Moreirense e Sporting de Braga ganha contornos épicos, especialmente depois da grande 2ª parte do Moreirense quinta-feira à noite, perante o Benfica (3-1).

A equipa de Augusto Inácio não só eliminou o Benfica - vencendo os encarnados pela primeira vez em 20 jogos -, como também já tinha eliminado o FC Porto, ficando em 1º lugar do grupo que deu acesso à 'final four' da Taça da Liga.

Já o Sporting de Braga teve tarefa mais facilitada, ao vencer o Vitória de Setúbal na outra meia-final (3-0), na quarta-feira. Domingo, às 20h45 (RTP1), haverá uma final minhota no Algarve. Só falta encher (condignamente) um estádio que tem 30 mil lugares - tarefa que nem no Moreirense-Benfica foi simples: houve pouco mais de 8 mil adeptos nas bancadas.

4. Liga francesa. Um português a brilhar em Paris (não, não é Gonçalo Guedes)

Pé ante pé, modesto e discreto, Leonardo Jardim vai somando triunfos em França. O Mónaco (que também tem os portugueses Bernardo Silva e João Moutinho) já está na final da Taça da Liga e também lidera a Ligue 1, com 48 pontos em 21 jogos.

Mais três do que o PSG, com quem joga domingo, em Paris (20h, SportTV3), no jogo grande da jornada - que já poderá ter Gonçalo Guedes, o novo reforço (milionário) do PSG, em campo.

5. CAN 2017. A competição mais divertida do futebol mundial

Não é que se queira desacreditar a competição, mas é difícil olhar para Taça das Nações Africanas e não desatar a rir. Porque é (só) ali que acontecem momentos caricatos como este:

Sábado começam a disputar-se os quartos de final e uma coisa já é certa: o campeão africano irá mudar, uma vez que a Costa do Marfim já foi eliminada.

Às 16h há Burquina Faso-Tunísia e às 19h há Senegal-Camarões (ambos na Eurosport2). Domingo é a vez de República Democrática do Congo e Gana disputarem um lugar nas meias-finais, às 16h, tal como Egito e Marrocos, às 19h (também na Eurosport2).

E, se não sabe nada sobre estas seleções, não desespere: tem AQUI um guia completo da competição, escrito pelo analista Rui Malheiro. Vale a pena ler - e rir.