Tribuna Expresso

Perfil

Futebol nacional

Pedro Carmona: “A equipa está melhor, mas a sorte não nos acompanhou”

O treinador do Estoril, que este sábado à tarde perdeu contra o FC Porto por 1-2, diz que têm sido os factores externos a impedir que a equipa ganhe

Expresso

ANTÓNIO COTRIM/LUSA

Partilhar

O Estoril não ganha há sete jogos consecutivos na Liga, mas o treinador, Pedro Goméz Carmona, garante que a equipa está melhor e que apenas tem havido muita falta de sorte.

"Estamos a perder sempre pela margem mínima e por pequenos detalhes. Ninguém nos ganha 2-0 ou 3-0. Perdemos com o Benfica por um penálti, hoje com um penálti e expulsão e não nos marcaram um para nós. São coisas que não podemos controlar. Com o tempo tudo ficará melhor", disse à Sport TV no final do encontro.

O jogo desta tarde com o FC Porto, que perderam por 1-2, não foi exceção. Os golos surgiram apenas na segunda parte e um deles de penálti. Mas, mesmo assim, Pedro Carmona destacou a qualidade de jogo da sua equipa e mostrou-se confiante no trabalho.

"Foi um jogo em que o Estoril jogou bem. O FC Porto teve dificuldades em criar ocasiões. Tivemos de lutar contra uma grande equipa e contra o 12º jogador", disse. Por isso mesmo é que diz estar, "logicamente", com vontade de continuar à frente da equipa.

"Tivemos várias derrotas consecutivas, mas a equipa mudou e está melhor. Está mais agressiva no ataque e na defesa, mas sorte não está connosco e muitas vezes temos de lutar contra fatores externos", disse, acrescentando ainda que "é bom para o futebol português que haja treinadores estrangeiros e não só portugueses".