Tribuna Expresso

Perfil

Futebol nacional

Vasco Seabra: “Não é fácil estar a perder 3-0 e ter carácter para se levantar”

O treinador do Paços de Ferreira não podia estar mais feliz com o desempenho da sua equipa que, apesar de não ter ganho, conseguiu recuperar e marcar dois golos

Expresso

HUGO DELGADO/Lusa

Partilhar

O Paços de Ferreira terminou a primeira parte a perder por 3-0, mas na segunda parte conseguiu recuperar e marcar dois golos, reduzindo a vantagem do Sporting, que ainda marcou mais um golo e terminou o encontro a ganhar por 4-2. Mas para o treinador do Paços, Vasco Seabra, a equipa está de parabéns.

"Fico satisfeito pela excelente atitude na segunda parte. Não é fácil estar a perder 3-0 e ter carácter para se levantar e olhar para o jogo com vontade de reduzir e reentrar no jogo", disse à Sport TV no final do encontro.

E acrescentou: "Não tivemos mais posse de bola, mas tivemos mais remates, mais defesas do guarda-redes adversário, mais cantos, mais livres ofensivos. Isso demonstra aquilo que o Paços foi capaz de fazer".

Vasco Seabra deixou, contudo, um recado à arbitragem, dizendo que o primeiro golo do Sporting - de penálti - "foi demasiado fácil" e que isso desestabilizou a equipa. "Só quando acalmámos é que voltámos a ter o nível de equilíbrio que precisamos ter".

Contudo, não quis falar da arbitragem nem dizer, abertamente, se achava que aquele primeiro golo não tinha sido penálti. "Não falamos de arbitragens, mas sentimo-nos penalizados por algumas coisas que são fáceis de acontecer".

Mesmo assim, concluiu: "A equipa caiu mas levantou-se com força".