Tribuna Expresso

Perfil

Futebol nacional

Entrevista ao presidente do superMoreirense: “Ninguém nasce grande”

Quase 17 anos após pisar pela primeira vez o palco da I Liga, a equipa que veste de xadrez verde-branco está de novo em festa. Caué e companhia são hoje recebidos com pompa e circunstância nos Paços do Concelho, em Guimarães, antes do regresso em grande à vila de Moreira de Cónegos. O líder histórico do clube, Vítor Magalhães, conta como vai repartir irmamente as receitas da Taça CTT pelos heróis improváveis da conquista do único troféu entre os grandes, em 78 anos de história

Isabel Paulo

FESTA. O histórico presidente do Moreirense, Vítor Magalhães, quer festejos curtos em Guimarães e Moreira de Cónegos porque quinta-feita, é dia de jogo com o Feirense

ANTÓNIO COTRIM/EPA

Partilhar

Quando o Moreirense subiu pela primeira vez à I Divisão afirmou que era um sonho inatingível. Ontem, frente ao Braga, acreditou noutro milagre?
Não era o previsível, mas depois da vitória com o Benfica havia essa esperança. Ninguém nasce grande, somos um clube que tem vindo a evoluir, defendendo valores de rigor, frontalidade e lealdade dentro e fora de campo. Somos a equipa de pobres na Liga dos grandes, mas mas ninguém sabe receber como nós. Do balneário aos funcionários, até aos dirigentes, existe uma enorme solidariedade.

Qual é o prémio da vitória na Taça da Liga?
Nada ficou combinado antes do jogo com o Benfica. Antes da final, já no estádio, fui ao balneário e reuni com todo o grupo de trabalho. Disse-lhes que não sabia quanto iria receber de receitas da Taça CTT – como ainda não sei – mas que assumi logo ali que todos os profissionais do futebol iriam receber 50% da receita líquida. São para quem batalhou para vencer esta taça. O restante é para o clube. Nunca será muita coisa, que as receitas mesmo neste formato (Final Four) são curtas.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)