Tribuna Expresso

Perfil

Futebol nacional

Jorge Simão: “É uma derrota dura, mas tem de ser momento de aprendizagem”

O treinador do Sporting de Braga disse, no final do jogo com o Moreirense, que a paixão sobrepôs-se à razão e que isso não foi benéfico à sua equipa

Expresso

JORGE SIMÃO. O treinador ainda só perdeu dois jogos no campeonato e trocou a surpresa de Chaves pelo desafio do pódio com o Braga

Hugo Delgado/Lusa

Partilhar

O treinador do Sporting de Braga, Jorge Simão, saiu do jogo com o Moreirense visivelmente derrotado, mas garante que este é um momento de aprendizagem e que não se pode esquecer o caminho todo que a equipa fez, dado que chegou á final da Taça.

"O Moreirense fez historia. A derrota é dura mas este tem de ser um momento de aprendizagem. É difícil, duro, mas são estes momentos que nos fazem bater no chão e reerguer-nos. É como tudo na vida: isto não pára. Dói, cria desconforto, mas a vida continua", disse à RTP3 no final do encontro.

Mas acrescenta: "Não podemos desvalorizar a campanha que fizémos na Taça da Liga. Fomos finalistas".

O caminho agora é pensar no Campeonato e "focar-nos na meta dos 65 pontos", disse ainda Jorge Simão que admite que o problema da sua equipa foi ter sobreposto a paixão à razão.

"Num jogo neste contexto não há de haver ninguém que possa acusar de tentar por variadíssimas formas. Porventura, a paixão sobrepôs-se à razão pela precipitaçao com que abordámos alguns lances. O Moreirense esteve mais sereno", concluiu.