Tribuna Expresso

Perfil

Futebol nacional

Os 4583 heróis improváveis e o nervo ciático (e os outros quatro pontos para discutir o fim de semana)

Aqui se fala do Moreirense, do golo de Ronaldo, do triunfo de Federer, do regresso de Taarabt e das vitórias de FC Porto e Sporting

Vanessa Portugal e Filipa Bulha Pereira

FRANCISCO LEONG

Partilhar

Hoje quem salta é o Moreirense

E o campeão de inverno é o M-O-R-E-I-R-E-N-S-E. “Para o Moreirense, ganhar a Taça da Liga é como ganhar a Liga dos Campeões”, disse Augusto Inácio.

Quando nada o fazia prever, eis que o clube de Moreira de Conégos surpreende mais uma vez. Depois de destronar o FC Porto na fase de grupos e, nas meias finais, o Benfica (o detentor de mais taças da Liga), ontem bateu o favorito à vitória, o SC Braga, por 1-0. A equipa treinada por Augusto Inácio mostrou que não é preciso ser “grande” para ganhar. Cauê (quase em cima do intervalo) aproveitou a grande penalidade e bateu o guarda-redes dos minhotos.

Estava feito o primeiro e último golo do encontro. Esperava-se um Braga mais forte, mas os bracarenses estiveram amorfos, como reconheceria, depois, o treinador Jorge Simão. O clube deixou fugir o troféu mais uma vez.

A festa foi de Inácio: “É um feito que o clube nunca tinha alcançado. O Moreirense não está habituado a estas andanças de estar em grandes finais de competições. Estamos todos orgulhosos. Está aqui muita gente de Moreira mas penso que ainda lá ficou muita gente e estão felizes. A vitória é da família do Moreirense”. Inácio completou, ainda: “A ciática? Ainda tenho o rabo todo picado”.

Depois de uma noite de festa...os conégos seguem viagem para os Paços do Concelho de Guimarães para festejar com os cerca de 4 853 habitantes.

Real mais Real que o de Madrid não há

La Liga,29 de Janeiro de 2017, 19:45h. Está situado? Isso mesmo, foi o início da goleada do Real Madrid sobre o Real Sociedad.

O marcador ficou-se pelos 3-0, com golos de Mateo Kovacic (ao minuto 38), Cristiano ronaldo (treze minutos depois) e Álvaro Morata (perto do fim, ao minuto 82). Para além dos golos, o jogo teve ainda lugar para uma expulsão. Aos 74 minutos, Iñigo Martinez acumulou amarelos e foi convidado a sair.

Golos anulados? Também houve. Um deles da autoria de Cristiano Ronaldo.

Contas feitas: o Barcelona (42 pontos) empatou, o Atlético Madrid (42 pontos) também e o Sevilha (36 pontos) perdeu; o Real Madrid está em primeiro lugar da Liga Espanhola com menos um jogo e mais uns pontos (uns sólidos 46).

Senhoras e senhores, eisTaarabt

O Benfica emprestou-o ao Génova e ele vestiu (mesmo) a camisola. Adel Taarabt entrou em campo aos 32 minutos do jogo contra a Fiorentina. O clube da casa estreou o marcador aos 17 minutos e, aos 50, marcou o segundo. Mas o Génova não perdeu tempo. Com assistência de Taarabt (que não jogava desde janeiro de 2016, pelo Benfica B), Simeone marcou aos 57 minutos, reduzindo a diferença no marcador. Três minutos depois, o médio marroquino fez mais uma assistência que levou ao segundo golo_ Hiljemark empatou. Mas a Fiorentina não gostou da brincadeira. Dois minutos depois, Kalinic fez o 3-2. Jogo perdido? Nem pensar. Porque Simeone estreou e finalizou o marcador para o lado do Génova. Foi uma grande penalidade que ditou um empate a três bolas no fnal do jogo de domingo.

Eu sou a lenda

Foi num encontro épico com mais de três horas que ficou decidido o vencedor do Open Austrália 2017: Roger Federer conquistou o seu 18º grand slam e bateu em cinco sets, por 6-4, 3-6, 6-1, 3-6 e 6-3, Rafael Nadal. Ato contínuo,Federer regressou aos dez melhores do mundo do raking mundial (antes ocupava a 17ª posição).

Para além disso, desde 2012 que não ganhava nenhum título. O mundo do desporto gosta de surpreender (as últimas semanas que o digam), e Federer veio provar isso mesmo. .

O FC Porto aperta o Benfica

O FC Porto venceu o Estoril por 2-1 e apertou o Benfica (que joga hoje, em Setúbal), mas foi um jogo cinzento, tal como o dia.

No Estádio António Coimbra da Mota, os golos só apareceram nos minutos finais da partida. Foi preciso esperar até aparecer o primeiro: André Silva marcou de penalti, aos 82’; aos 90’, foi a vez de Corona; o Estoril marcou um golo por Danker e jogo acabou 2-1.

Chuva de golos

Depois de três jogos sem vitórias, o Sporting venceu e deixou os adeptos mais contentes este sábado. A equipa de Jorge Jesus foi para o intervalo a vencer 3-0 e a questão parecia arrumada - só que não estava. Na segunda parte, os leões tremeram um pouco quando o Paços Ferreira marcou dois golos, mas o bis das Bas Dost fechou as contas (4-2) e serenou os ânimos.