Tribuna Expresso

Perfil

Futebol nacional

Pedro Gómez Carmona: “Ficaria intranquilo se tivéssemos jogado mal”

O treinador do Estoril disse que a equipa discutiu a partida com o Sporting e a diferença, que a fez perder, foram os momentos em que podia ter marcado e não marcou

Expresso

ANTÓNIO COTRIM/LUSA

Partilhar

Quem foi, e não foi, titular

"Para mim, o jogo mais importante era o de hoje, com o Sporting, e estavam lá os jogadores que pensei serem os melhores. Achei que o Bruno explorava bem o espaço e é mais rápido do que o Kléber. A primeira decisão deveu-se a isso, segundo porque como é mais jovem tinha mais frescura para depois o Kléber entrar na segunda parte."

"Gostei da exibição do Yarchuk, só tinha jogado também contra o Benfica. Procurava maior qualidade com a posse de bola e o que queria era disputar a posse de bola com o Sporting."

A derrota

"Faltou-nos eficácia. Tivemos a mesma posse de bola que o Sporting, jogámos cara a cara, tivemos mais remates à baliza, mais cruzamentos. O que nos faltou foram os golos e o Sporting marcou mais do que nós. Temos de melhorar isso."

O treinador que está tranquilo

"Ficamos tranquilos depois do jogo que fizemos hoje. Se jogarmos sempre assim, temos hipóteses. Ficaria intranquilo se tivéssemos jogado mal e se o Sporting tivesse marcado cinco golos. A equipa cada vez está mais confiante e joga um melhor futebol."