Tribuna Expresso

Perfil

Futebol nacional

Jokanovic: “É difícil explicar o que aconteceu”

Para o treinador do Nacional, a “chave do jogo foi o segundo golo” e, por isso, é necessário “pedir desculpa aos adeptos por uma segunda parte desastrosa”

Expresso

Predrag Jokanovic, treinador do Nacional, durante o jogo contra o Marítimo, a 20 de fevereiro

HOMEM DE GOUVEIA/LUSA

Partilhar

Embora seja “difícil explicar o que aconteceu”, uma vez que “nos últimos quatro ou cinco jogos” o Nacional “melhorou muito e nos últimos dois jogos não sofreu golos”, Jokanovic considera que é necessário “pedir desculpa aos adeptos por uma segunda parte desastrosa”. “A chave do jogo foi o segundo golo, mesmo em cima do intervalo, quando nos preparávamos para analisar a primeira parte e tentar retificar o que não estava bem. Já sabíamos que ia ser muito difícil jogar em casa de uma equipa que luta pelo título, mas a perder por dois golos, e depois com um jogador expulso, devíamos ter fechado e acabado com o jogo”, afirmou o treinador do Nacional à SportTV, minutos após o final do jogo.

Questionado a respeito das consequências que a pesada derrota contra o FC Porto este sábado (7-0) poderá ter sobre a sua equipa, Jokanovic respondeu: “O nosso campeonato começa a partir de agora e o jogo com o Paços é fundamental, é a nossa final. Precisamos dos adeptos e por isso temos a noção de que devemos desculpar-nos por esta segunda parte. Nestes momentos é que os jogadores têm de unir-se mais e mostrar que este não é o verdadeiro valor do Nacional. Quando se ganha tudo é fácil”.