Tribuna Expresso

Perfil

Futebol nacional

José Sá diz que Tondela cedeu perante a sequência de penalties

O treinador adjunto do Tondela, que este sábado à noite perdeu por 1-4 contra ao Sporting, considera qua a equipa ia preparada para ganhar, mas que ficou desconcentrada quando os leões marcaram o segundo golo

Expresso

Partilhar

O treinador adjunto do Tondela, José Sá, não ficou satisfeito com o resultado do jogo de sábado à noite contra o Sporting, que perderam por 1-4, mas não responsabiliza o desempenho da equipa.

"Sofremos um golo numa desconcentração, com alguma infelicidade", disse à Sport TV no final da partida, referindo-se ao segundo golo do Sporting, marcado logo após o golo que deu o empate ao Tondela. Uma situação que José Sá considera que "mexeu emocionalmente" com a equipa, mas que, apesar disso, soube recuperar.

O problema foi depois a sequência de dois penalties muito próximos que desconcentraram ainda mais a equipa. "É difícil contrariar este tipo de circunstâncias do jogo (...) e isso impossibilitou uma tarefa e um objetivo que estava perfeitamente ao nosso alcance desde o início do jogo", considerou.

Com esta derrota o Tondela falha o objetivo de conseguir três pontos. "O jogo é o momento, saímos bastante penalizados por não termos conseguido o objetivo. Precisamos cada vez mais dos três pontos", salientou José Sá, que não deixou de felicitar os parabéns pelo jogo.

"De qualquer forma, há que dar os parabéns ao Sporting, que teve o mérito de vencer, apesar de o Tondela se ter preparado para contrariar as áreas mais fortes do Sporting".

José Sá comentou ainda os cartões amarelos de Murillo e Claude Gonçalves, que por causa disso vão falhar o próximo jogo contra o Moreirense. Para o treinador adjunto do Tondela isto "é uma dupla penalização" mas que os jogadores que o treinador do clube, Pepa, escolher "certamente vão dar uma resposta positiva". Aliás, José garante que não será por não ter estes dois jogadores que vão "perder a oportunidade e os objetivos" que querem alcançar.