Tribuna Expresso

Perfil

Futebol nacional

Entrevista a José Couceiro, o único treinador que roubou pontos a Benfica e FC Porto em todos os jogos desta época

Sábado há clássico (Estádio da Luz ou BTV, às 20h30) e falámos com o único treinador que roubou pontos a Benfica e FC Porto em todos os jogos desta época (leia a análise tática mais pormenorizada na edição do semanário este sábado nas bancas): José Couceiro, o dirigente que passou a treinador mas ainda se vê a voltar para as bancadas

Mariana Cabral e José Carlos Carvalho

José Couceiro tem 54 anos e treina o Vitória de Setúbal - e, excluindo os treinadores dos três grandes, é o único da Liga portuguesa desta época que não foi despedido

JOSÉ CARLOS CARVALHO

Partilhar

Como é que um treinador de 54 anos, de I Liga, que já esteve no estrangeiro, ainda aprende?
Ah, isso aprendo todos os dias. Basta ter alguém de fora, a debater, a perguntar, a ler... Não temos de aprender exclusivamente de futebol, essa é uma falsa questão. Estamos claramente dentro do campo das ciências humanas, portanto temos de cada vez mais perceber como é que nos relacionamos com as pessoas, porque trabalhamos diretamente com pessoas, não trabalhamos no meio financeiro. Tudo o que possa aprender a nível de pedagogia, psicologia, sociologia... Para se ser treinador, o conhecimento académico é fundamental, mas o conhecimento empírico não é menos importante.

Gostava de observar mais colegas a trabalhar?
Isso gostava, pela curiosidade de perceber as coisas que eles fazem, cá dentro e lá fora. Uma vez defrontei o Bielsa, quando estava no Lokomotiv e ele no Atlético de Bilbau, para a Liga Europa, e no final fui falar com ele, sem problema nenhum. Porque tinha curiosidade, porque acho que as equipas dele jogam bem e identifico-me.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)

Partilhar