Tribuna Expresso

Perfil

Futebol nacional

MP abre inquérito a incidente entre polícia e adepto antes do clássico

Aconteceu antes do Benfica-FC Porto do último fim de semana

Lusa

Partilhar

MP abre inquérito a incidente entre polícia e adepto antes do jogo Porto-Benfica

O Ministério Público decidiu instaurar um inquérito ao incidente que envolveu um polícia do Corpo de Intervenção da PSP e um adepto, antes do jogo de futebol entre o Benfica e o Futebol Clube do Porto, no sábado.

“O Ministério Público decidiu instaurar inquérito. Encontra-se em investigação no Departamento de investigação e Ação Penal de Lisboa”, respondeu o gabinete de imprensa da Procuradoria-Geral da República a uma questão colocada pela agência Lusa.

Também a Inspeção-Geral da Administração Interna (IGAI) e a direção nacional da PSP decidiram, na segunda-feira, abrir um processo disciplinar relacionado com a intervenção da PSP junto de adeptos.

“A IGAI instaurou processo de natureza disciplinar no sentido de apurar todo o circunstancialismo decorrente das imagens captadas e postas a circular por canais televisivos e na Internet”, avança aquele organismo de fiscalização de atuação das polícias, numa resposta enviada à agência Lusa.

A IGAI admite avocar o processo disciplinar aberto pela PSP a um dos polícias que, antes do início do jogo, terá agredido um dos adeptos.
Segundo a PSP, aquando da detenção de um dos adeptos, nas imediações do estádio da Luz e antes do início do jogo, “aparentemente um dos polícias usou a força pública de forma que poderá constituir infração disciplinar, por contrariar as normas sobre os limites ao uso de meios coercivos em vigor na PSP”.

O processo disciplinar da PSP decorre na Unidade Especial de Polícia (UEP), que integra o Corpo de Intervenção da Polícia, do qual faz parte o polícia envolvido.