Tribuna Expresso

Perfil

Futebol nacional

Jorge Jesus: “No dia em que o Sporting for campeão, Portugal vai parar”

O treinador do Sporting elogiou os adeptos que, mesmo longe do título, continuam a apoiar a equipa. Até porque, mesmo a oito pontos do líder, todos os jogos são para ganhar

Expresso

MIGUEL A. LOPES/LUSA

Partilhar

O treinador do Sporting, Jorge Jesus sabe que já não está na corrida ao título, mas garante que nunca será por isso que a equipa vai deixar de dar o seu melhor e jogar sempre para ganhar, tal como fez com o Vitória de Setúbal esta sexta-feira à noite. E como fará com o Benfica no jogo de 22 de abril.

"Quem trabalha comigo, não só os jogadores, mas toda a estrutura, sabe que isto tem de ser sempre na pressão. O Sporting vai querer ganhar ao Benfica como quis ganhar ao Vitória de Setúbal", disse à Sport TV no final do encontro que os leões ganharam por 3-0.

"Voltámos a fazer um bom jogo. Fomos eficazes e mantivemos uma qualidade defensiva muito grande" acrescentou, destacando ainda o papel dos adeptos, que continuam a apoiar a equipa mesmo quando já não está em causa o título do Campeonato.

"Quero destacar o apoio dos nossos adeptos. Vendo isto, no dia em que o Sporting for campeão, Portugal vai parar porque os adeptos do Sporting são demais".

Ainda assim, Jorge Jesus não quis retirar mérito ao Vitória de Setúbal. "É uma boa equipa, com qualidade e com um treinador que tem sempre a intenção de ter essa qualidade", comentou, referindo também a força dos adeptos que, mesmo "a perder 3-0 mantiveram o apoio. Puxaram a equipa para cima".

À Sport TV, Jorge Jesus explicou ainda o que disse na conferência de antevisão do jogo sobre o facto do Vitória de Setúbal fazer "muito antijogo".

"Não perceberam bem o que falei do antijogo. Couceiro é um treinador positivo. Mas não fui eu que disse, foi um dos rivais. Só confirmei a ideia de que quando se está numa equipa mais pequena e jogas com uma equipa grande, por vezes, tens de ter estas estratégias. Mas não quis desvalorizar o Vitória", disse.